CRESCIMENTO DA MANCHA URBANA NA CIDADE DE JOÃO PESSOA, PB

  • Milena Dutra da Silva CLCB/UE
  • Alexandre Augusto Bezerra da Cunha Castro UFPB
  • Brunielly de Almeida Silva UFPB
  • José Augusto Ribeiro da Silveira UFPB
  • Geovany Jessé Alexandre da Silva UFPB
Palavras-chave: Expansão urbana. Crescimento isolado. Crescimento em preenchimento. Crescimento em borda.

Resumo

Neste estudo, analisamos o crescimento da mancha urbana de João Pessoa, da década de 1960 à
de 2010. O crescimento foi classificado como: preenchimento, borda e isolado. O crescimento em
borda foi predominante, sobretudo nas décadas de 1960 a 1980. O crescimento isolado ocorreu
apenas da década de 1970 a 1990. Já o crescimento em preenchimento ocorreu desde a década de
1960, com maior incremento a partir do final da década de 1990. Aparentemente, a dinâmica espacial
justifica-se pelo estabelecimento de grandes vias e conjuntos habitacionais, elementos geradores e
reguladores do espaço.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Milena Dutra da Silva, CLCB/UE

Doutora em Geografi a, professora no
CLCB/UE Penedo/UFAL e pesquisadora
associada ao PPGAU/UFPB.

Alexandre Augusto Bezerra da Cunha Castro, UFPB

Mestre em Engenharia Civil e Ambiental,
professor substituto no DA/
UFPB.

Brunielly de Almeida Silva, UFPB
Arquiteta e urbanista, UFPB.
José Augusto Ribeiro da Silveira, UFPB

Doutor em Desenvolvimento Urbano,
professor no DA/UFPB e PPGAU/UFPB.

Geovany Jessé Alexandre da Silva, UFPB

Doutor em Arquitetura e Urbanismo,
professor no DA/UFPB e PPGAU/UFPB.

Publicado
29-11-2016
Seção
Artigos