FILOSOFIA COMO POLITICA CULTURAL: REDESCRIÇÕES, IDENTIDADE E COMUNIDADES INCLUSIVAS

  • Paulo Andrade Vitória PUC-MG ISTA - Instituto São Tomás de Aquino
Palavras-chave: Cultura. Jogos de linguagem. Contingência. Identidade. Comunidade inclusivas.

Resumo

No presente artigo defendo a tese rortyana de que as relações de poder serão mais justas se começarmos a nos redescrevermos linguisticamente de maneira nova, criando um padrão de conduta linguístico que, se adotado, promova formas apropriadas de comportamento não linguístico. Para tanto, abordo a concepção de jogos de linguagem do segundo Wittgenstein, que nos permite extrair a tese de que a linguagem é contingente. Defender o caráter contingente da linguagem é simplesmente defender o caráter natural, social e histórico da linguagem. Apresento a ideia de McDowell de que a entrada em um jogo de linguagem significa a entrada no espaço das razões. Como Rorty, acredito que a identidade humana pode ser redescrita se adotarmos novas formas de descrevermos a nós mesmos e às nossas instituições políticas. A sugestão do presente artigo é de que devemos adotar vocabulários ou jogos de linguagem que incluam termos e discursos capazes de promoverem a tolerância e o diálogo e excluam discursos de ódio e preconceito, o que pode levar a construção de sociedades mais inclusivas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Paulo Andrade Vitória, PUC-MG ISTA - Instituto São Tomás de Aquino

Bacharel (2008) e Licenciado (2010) em Filosofia pela FAJE - Faculdade Jesuíta de Filosofia e Teologia. Mestre pela UFMG (2015) na área de Lógica e Filosofia da Ciência. Doutorando em filosofia pela UFMG - Universidade Federal de Minas Gerais; área: Lógica, Ciência, Mente. Professor de Filosofia da PUC/MG – Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais e do ISTA – Instituto São Tomás de Aquino.

Publicado
13-07-2018
Como Citar
Vitória, P. A. (2018). FILOSOFIA COMO POLITICA CULTURAL: REDESCRIÇÕES, IDENTIDADE E COMUNIDADES INCLUSIVAS. Sapere Aude, 9(17), 140-152. https://doi.org/10.5752/P.2177-6342.2018v9n17p140-152
Seção
ARTIGOS/ARTICLES: DOSSIÊ/DOSSIER

##plugins.generic.recommendByAuthor.heading##