“O ENTENDIMENTO REFLEXIONANTE APODEROU-SE DA FILOSOFIA”: ELEMENTOS DA CRÍTICA HEGELIANA AO DUALISMO MODERNO

  • José Reinaldo Felipe Martins Filho Pontifícia Universidade Católica de Goiás (PUC-Goiás). Instituto de Filosofia e Teologia de Goiás (IFITEG).
Palavras-chave: Filosofia Moderna. Lógica. Metafísica. Kant. Hegel.

Resumo

Ao eleger a filosofia hegeliana como ponto de interlocução o presente artigo tem em vista resgatar o problema do dualismo legado pela Modernidade. Para isso, toma como principais referências fragmentos de obras como a Ciência da Lógica, a Fenomenologia do Espírito e a Enciclopédia das ciências filosóficas, as quais vão sendo justificadas e introduzidas no decorrer da discussão. De maneira geral é possível dizer que o alvo da crítica desenvolvida por Hegel é, para além de seu legado na filosofia alemã como um todo, o próprio pensamento kantiano. Nesse sentido, fazem-se frequentes as referências ácidas ao filósofo de Königsberg, especialmente no tocante à sua separação entre o âmbito do conhecer e do pensar e, por eles, entre o mundo fenomênico e a coisa em si.

Biografia do Autor

José Reinaldo Felipe Martins Filho, Pontifícia Universidade Católica de Goiás (PUC-Goiás). Instituto de Filosofia e Teologia de Goiás (IFITEG).

Doutor em Ciências da Religião pela Puc-Goiás. Doutorando em Filosofia pela UFG. Mestre em Filosofia (2014) e em Música (2016), ambos pela UFG. Graduado em Filosofia e em Teologia.

Publicado
22-12-2019
Como Citar
Martins Filho, J. R. F. (2019). “O ENTENDIMENTO REFLEXIONANTE APODEROU-SE DA FILOSOFIA”: ELEMENTOS DA CRÍTICA HEGELIANA AO DUALISMO MODERNO. Sapere Aude, 10(20), 681-701. https://doi.org/10.5752/P.2177-6342.2019v10n20p681-701
Seção
ARTIGOS/ARTICLES: TEMÁTICA LIVRE/FREE SUBJECT