A ÉTICA COMO FILOSOFIA PRIMEIRA: UMA ANÁLISE FILOSÓFICA DE "MINEIRINHO" DE CLARICE LISPECTOR

  • Lourival Robty Santos de Souza Instituto Santo Tomas de Aquino
  • David Fernandes Faculdade Ari de Sá
Palavras-chave: Ética, Alteridade, Filosofia, Clarice Lispector, Literatura

Resumo

A proposta geral desta pesquisa consiste em analisar a crônica “Mineirinho”, escrita por Clarice Lispector a partir da perspectiva da filosofia de Lévinas em que a ética é assumida como a filosofia primeira. Trata-se, em um primeiro momento, em delinear a filosofia levinasiana e seus principais conceitos, como ética, alteridade, rosto, para que se possa relacionar com a narrativa de Lispector e sua aspiração literária e o seu filosofar diante de um cenário em que encontrou um homem assassinado por seus crimes e uma justiça humana falha, incapaz de conceber Mineirinho como um ser humano. A ética surge como uma chave de leitura para a análise textual por engendrar uma cultura que valora o ser humano e que pode propiciar também uma nova atitude ao comportamento do sujeito que está inserido em um ambiente coletivo, melhorando, ao que acredita-se, a existência do outro no mundo. 

Biografia do Autor

Lourival Robty Santos de Souza, Instituto Santo Tomas de Aquino

Graduado em Filosofia pelo Instituto Santo Tomás de Aquino e pós-graduado em aconselhamento filosófico pelo Claritiano Centro Universitário. Email: lourivalrobty@gmail.com.

David Fernandes, Faculdade Ari de Sá

Graduado em Filosofia pelo Instituto Santo Tomás de Aquino e graduando em Direito pela Faculdade Ari de Sá. E-mail: sf.df.david@gmail.com.

Publicado
23-12-2019
Como Citar
Souza, L. R. S. de, & de Souza Fernandes, D. (2019). A ÉTICA COMO FILOSOFIA PRIMEIRA: UMA ANÁLISE FILOSÓFICA DE "MINEIRINHO" DE CLARICE LISPECTOR. Sapere Aude, 10(20), 836-844. https://doi.org/10.5752/P.2177-6342.2019v10n20p836-844
Seção
COMUNICAÇÕES/COMUNICATIONS