A CATEGORIA DA “ALTERIDADE” EM “O SEGUNDO SEXO” DE SIMONE DE BEAUVOIR

Palavras-chave: Michel Foucault. Poder pastoral. Condução das condutas. Governamentalidade.

Resumo

RESUMO

Em “O Segundo Sexo” Simone de Beauvoir desenvolve uma forte crítica contra a visão machista que encara “a mulher como “outro” em sentido negativo (com relação ao masculino), não reconhecida como alteridade positiva, com características próprias e independentes das imposições masculinas. O presente trabalho busca realizar uma reflexão inicial a respeito das considerações de Beauvoir no que diz respeito a categoria da “Alteridade” direcionada ao sujeito feminino, encarada como uma “alteridade em segundo plano” para a qual não se reconhece reciprocidade. Este trabalho foi apresentado na XV Semana acadêmica de Filosofia (Balbúrdia: os desafios das humanidades) na Universidade Federal de Santa Maria-UFSM.

PALAVRAS-CHAVE: Alteridade, Beauvoir, O Segundo Sexo, Reciprocidade, Ética.

 

Biografia do Autor

Patrícia Felden, Universidade Federal de Santa Maria (UFSM)

Mestranda em Filosofia na Universidade Federal de Santa Maria (UFSM). Graduação em Filosofia pela Universidade Federal de Santa Maria (UFSM). Atuou como membro do grupo PIBID-Filosofia/UFSM, realizando atividades de iniciação à docência na Escola Estadual de Ensino Médio Cilon Rosa (2014-2016). 

Publicado
23-12-2019
Como Citar
Felden, P. (2019). A CATEGORIA DA “ALTERIDADE” EM “O SEGUNDO SEXO” DE SIMONE DE BEAUVOIR . Sapere Aude, 10(20), 809-814. https://doi.org/10.5752/P.2177-6342.2019v10n20p809-814
Seção
COMUNICAÇÕES/COMUNICATIONS