DIALOGIA, ALTERIDADE E LINGUAGEM DO PÁTHOS

Dos imprevistos da história à estrela da redenção

  • Nilo Ribeiro Junior Faculdade Jesuíta de Filosofia e Teologia (FAJE)
Palavras-chave: linguagem ética dialogia

Resumo

Em vista de abordar a temática que tem como objeto a dialogia e a lógica da proximidade, urge situá-la no cerne da problemática filosófica da alteridade, servindo-nos de algumas referências advindas da literatura contemporânea. Tais referências sugerem ao interlocutor de deixar interpelar pelos personagens, de modo a poder realizar uma espécie de desencantamento com relação às formas de magia que estão a impactar a contemporaneidade associadas aos imprevistos da história como novas formas de desprezo do outro. Trata-se, em seguida, de propor alguns matizes de cunho histórico-filosófico com o escopo de aprofundar o que denominamos de figuras da alteridade advindas das metáforas do desastre e da estrela da redenção que se delineiam no contexto da filosofia contemporânea e que encaminham a reflexão da dialogia à nova impostação da linguagem avessa à violência contra o outro.

PALAVRAS-CHAVE: Pensamento. Linguagem. Ética. Alteridade.

Biografia do Autor

Nilo Ribeiro Junior, Faculdade Jesuíta de Filosofia e Teologia (FAJE)

Doutor em Filosofia pela UCP - Universidade Católica Portuguesa. Doutorado em Teologia pela Faculdade Jesuíta de Filosofia e Teologia. Professor de filosofia da Faculdade Jesuíta de Filosofia e Teologia. E-mail: niloribeiro@unicap.br.  

Referências

Levinas
Rosenzweig
Girard
Blanchot
Publicado
22-12-2019
Como Citar
Ribeiro Junior, N. (2019). DIALOGIA, ALTERIDADE E LINGUAGEM DO PÁTHOS. Sapere Aude, 10(20), 484-503. https://doi.org/10.5752/P.2177-6342.2019v10n20p484-503
Seção
ARTIGOS/ARTICLES: DOSSIÊ/DOSSIER