A POLÍTICA DE MORTE NA PERIFERIA DA GOVERNAMENTALIDADE NEOLIBERAL

  • Adriano Negris Universidade Federal de Ouro Preto
Palavras-chave: Política. Economia. Neoliberalismo. Biopolítica. Necropolítica

Resumo

RESUMO: O presente artigo tem o objetivo de apresentar a relação entre necropolítica e neoliberalismo. Para cumprir a tarefa proposta, tomaremos como fio condutor a noção de governamentalidade neoliberal concebida por Michel Foucault. No estudo sobre a biopolítica Foucault se depara com o problema da população e as formas de governo. Para tratar o tema, Foucault apresenta o conceito de governamentalidade e suas modificações históricas. É nesse contexto de surgem as formas modernas de governamentalidade: o liberalismo e o neoliberalismo. A partir desse ponto da racionalidade governamental moderna, pretendemos demonstrar como a ideia de necropolítica pensada pelo filósofo Achille Mbembe pode se refletir no contexto do neoliberalismo. Nesse sentido, veremos que se por um lado a governamentalidade neoliberal torna-se a grade interpretativa para leitura da biopolítica, por outro lado, para a leitura atual do neoliberalismo é imprescindível a compreensão de uma política de morte que se articula em sua periferia.

Biografia do Autor

Adriano Negris, Universidade Federal de Ouro Preto

Pós-doutorando pela Universidade Federal de Ouro Preto - UFOP. Doutor em Filosofia pela UERJ

Publicado
02-07-2020
Como Citar
Negris, A. (2020). A POLÍTICA DE MORTE NA PERIFERIA DA GOVERNAMENTALIDADE NEOLIBERAL. Sapere Aude, 11(21), 49-69. https://doi.org/10.5752/P.2177-6342.2020v11n21p49-69
Seção
ARTIGOS/ARTICLES: DOSSIÊ/DOSSIER