A CONFIGURAÇÃO ONTOLÓGICO-ÉTICA DA ECONOMIA

  • Manfredo Araújo de Oliveira Universidade Federal do Ceará
Palavras-chave: Economia. Liberdade. Ética. Justiça

Resumo

A economia é uma dimensão do ser humano, consequentemente, considerá-la filosoficamente pressupõe uma concepção determinada do ser humano que, enquanto ser material/biológico, efetiva-se economicamente constituindo um sistema de relações de produção, repartição e consumo num contexto social. Para o projeto atual do capitalismo não podemos julgar boas ou más as leis da natureza, do mesmo modo não podemos julgar as leis do mercado: elas se impõem a nós. O mercado não pertence ao campo das interações humanas, é algo incontrolável, não tem, portanto, sentido aqui levantar questões éticas. Este artigo procura mostrar, no horizonte de outra concepção do ser humano, que o que está em jogo na ética é a conquista do ser humano enquanto ser livre. Isso significa a configuração de sua vida histórica enquanto construção da relação com a natureza e das relações com outros humanos. A exigência fundamental da ética é o respeito a todo ser, o que exige a superação de toda ordem social radicada na exploração e na injustiça social e ecológica.

 

Biografia do Autor

Manfredo Araújo de Oliveira, Universidade Federal do Ceará

Professor titular da Universidade Federal do Ceará.

Publicado
02-07-2020
Como Citar
Araújo de Oliveira, M. (2020). A CONFIGURAÇÃO ONTOLÓGICO-ÉTICA DA ECONOMIA. Sapere Aude, 11(21), 11-48. https://doi.org/10.5752/P.2177-6342.2020v11n21p11-48
Seção
ARTIGOS/ARTICLES: DOSSIÊ/DOSSIER