UMA ANÁLISE DO CAPÍTULO “O CONCEITO DE ESCLARECIMENTO” DA DIALÉTICA DO ESCLARECIMENTO DE ADORNO E HORKHEIMER

  • Ítalo Menezes Campos PUC Minas
Palavras-chave: Teoria crítica. Esclarecimento. Indústria cultural. Antissemitismo. Regressão.

Resumo

A Dialética do esclarecimento possui dificuldades muito peculiares. Ela foi escrita em um contexto conturbado quando Adorno e Horkheimer se refugiavam da Alemanha nazista nos Estados Unidos. Seu texto desafia nosso entendimento a percorrer caminhos que são no mínimo incomuns. Porém, dentre todas as suas complexidades, uma se destaca por ser a base de toda a obra: o caráter regressivo do esclarecimento. Seu primeiro capítulo, cujos principais pontos iremos expor, propõe uma análise histórica do esclarecimento que vai muito além do “século das luzes”. Trata-se de mostrar que o domínio da natureza pelo homem se volta para ele como domínio da sua própria natureza interna e de resgatar concepções do pensamento mítico e religioso que permitem vislumbrar o desenvolvimento obscuro do esclarecimento. Trata-se de falar da própria razão. Um desafio diante dos qual os autores não recuam. Compreender esse procedimento é o primeiro passo para adentrar nessa obra.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
09-07-2021
Como Citar
Menezes Campos, Ítalo. (2021). UMA ANÁLISE DO CAPÍTULO “O CONCEITO DE ESCLARECIMENTO” DA DIALÉTICA DO ESCLARECIMENTO DE ADORNO E HORKHEIMER. Sapere Aude, 12(23), 293-301. https://doi.org/10.5752/P.2177-6342.2021v12n23p293-301
Seção
COMUNICAÇÕES/COMUNICATIONS