FILOSOFIA E SAÚDE: UM DEBATE CONSTANTE E INTERMINÁVEL

  • Fabiano Veliq PUC Minas
Palavras-chave: Filosofia e saúde

Resumo

Em nosso presente momento, em que uma grande pandemia assola o mundo, é preciso que estejamos atentos às contribuições que a Filosofia pode dar à área da saúde, assim como as diversas áreas da saúde podem dar à Filosofia. É fato bastante conhecido que a Filosofia desde o seu início se debruçou sobre diversos temas, inclusive o tema da saúde, a partir da própria compreensão da natureza. O ser humano como ser-lançado-no-mundo (para usarmos a expressão de Heidegger) sempre se colocou diante da natureza com uma atitude ambivalente. Por um lado uma atitude de temor, espanto, e por outro lado com uma atitude de admiração e dependência. Esse caráter ambivalente da relação do homem com o mundo vai desenvolver-se em reflexões que ora destacarão o primeiro sentimento, ora destacarão o segundo sentimento.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Fabiano Veliq, PUC Minas

Doutor em Psicanálise pela PUC Minas. Doutorando em Filosofia pela UFMG. Professor Adjunto I do Departamento de Filosofia da PUC Minas.

Publicado
09-07-2021
Como Citar
Veliq, F. (2021). FILOSOFIA E SAÚDE: UM DEBATE CONSTANTE E INTERMINÁVEL. Sapere Aude, 12(23), 7-11. https://doi.org/10.5752/P.2177-6342.2021v12n23p7-11
Seção
EDITORIAL/EDITORIAL