PENSANDO EM LÍNGUAS

Contribuições pentecostais para a filosofia cristã

  • Arthur Henrique Soares dos Santos Universidade Federal do Pará
Palavras-chave: Filosofia da Religião, Pentecostal, Smith

Resumo

James K. A. Smith, filósofo da religião e professor de Filosofia no Calvin College, autor de livros como Na Estrada com Agostinho e O Diabo lê Derrida, se tornou muito conhecido no Brasil entre o meio protestante reformado, com uma forte inspiração no teólogo francês João Calvino. Porém, na obra Pensando em línguas, publicada no país através de uma parceria entre a Thomas Nelson Brasil e a Editora Renova, o filósofo desponta em uma tradição teológica bem distinta: a do pentecostalismo. O projeto de Smith não é difícil de ser compreendido, mas é inovador dentro da filosofia da religião: esboçar as bases do que seria uma filosofia distintamente pentecostal. A inspiração para tal projeto vem do renascimento da filosofia cristã nos meios acadêmicos, o qual tem como figuras centrais filósofos como Alvin Plantinga, Nicholas Wolterstoff, William Alston, Eleonore Stump, Richard Swinburne, entre outros. Dessa maneira, a partir dos filósofos citados, Smith busca desenvolver uma filosofia embasada no “imaginário social” (como diria Charles Taylor) implícito na espiritualidade pentecostal.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
29-12-2021
Como Citar
Santos, A. H. S. dos. (2021). PENSANDO EM LÍNGUAS. Sapere Aude, 12(24), 628-633. https://doi.org/10.5752/P.2177-6342.2021v12n24p628-633

##plugins.generic.recommendByAuthor.heading##