DILTHEY, UMA PONTE PARA AS CIÊNCIAS HUMANAS

  • Rodolfo Victor Cancio Evangelista UNICAMP
Palavras-chave: Dilthey, Descartes, Kant, Ciências Humanas, Ciências Naturais

Resumo

O pensamento de Dilthey apresenta uma proposta de emancipação das ciências do espírito em relação as ciências da natureza. Para o filósofo alemão as ciências do espírito ou ciências humanas, como geralmente as “geisteswissenschaften” são traduzidas, não poderiam se limitar aos fundamentos naturais para seu desenvolvimento, uma vez que, a vida psíquica não pode ser reduzida a uma explicação. Deste modo, devemos estar atentos ao nosso objetivo de compreender essa diferenciação epistemológica que abre caminho para as ciências humanas. Se adentrarmos ao pensamento de Dilthey enquanto um sistema fechado podemos cair no engano de compreendê-lo objetivamente, e assim, questões valiosas de sua teoria podem passar desapercebidas. Nesse sentido, antes mesmo de abordar a proposta diltheyana para a emancipação das ciências humanas, primeiramente iremos recorrer ao pensamento de Descartes e Kant para visualizar a separação entre sujeito e objeto, que se apresenta fundamental para as ciências naturais.     

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
29-12-2021
Como Citar
Evangelista, R. V. C. (2021). DILTHEY, UMA PONTE PARA AS CIÊNCIAS HUMANAS. Sapere Aude, 12(24), 585-594. https://doi.org/10.5752/P.2177-6342.2021v12n24p585-594
Seção
COMUNICAÇÕES/COMUNICATIONS