Contribuições da Tecnoracia e da Etnomatemática para a Promoção da Educação Financeira de Estudantes Surdos

  • Rodrigo Carlos Pinheiro Fundação Pedro Leopoldo
  • Milton Rosa UFOP

Resumo

Apresentamos, neste artigo, alguns resultados obtidos em uma pesquisa de Mestrado Profissional em Educação Matemática, que está relacionada com o desenvolvimento da Educação Financeira de jovens e adultos Surdos, que se comunicam em Libras, por meio da perspectiva etnomatemática. Especificamente, procuramos compreender a relação dos resultados desse estudo com um dos elementos do Currículo Trivium para a Matemática, denominado por Tecnoracia, que foi proposto D’Ambrosio, em 1999. Desse modo, essa reconceituação curricular é composta pela literacia (instrumentos comunicativos), materacia (instrumentos analíticos) e tecnoracia (instrumentos materiais e tecnológicos). A abordagem metodológica foi qualitativa, com a utilização dos pressupostos da Teoria Fundamentada nos Dados (Grounded Theory). Da fase analítica, foi possível inferir que o programa etnomatemática possibilitou o fornecimento dos instrumentos comunicativos, analíticos, materiais e tecnológicos, que são característicos da cultura Surda para que os alunos pudessem resolver as situações-problema propostas em sala de aula.

Biografia do Autor

Rodrigo Carlos Pinheiro, Fundação Pedro Leopoldo
Sou mestre em Educação Matemática pela Universidade Federal de Ouro Preto - UFOP (2017), especialista em Ensino de Matemática pela PUC Minas (2015), pós-graduando em Libras e Educação para Surdos (UNOPAR) e graduado em Matemática pelo Centro Universitário de Belo Horizonte - UNI-BH (2011). Desde 2009 atuo na área da Educação, ministrando aulas de Matemática, Raciocínio Lógico, Educação Financeira e Libras em instituições de ensino básico, profissional, técnico e superior. Além disso, tenho experiência no ensino de Matemática e na formação em Educação Financeira para alunos surdos e ouvintes, em capacitação de professores que atuam com estudantes surdos e, também, na elaboração de materiais didático-pedagógicos de Matemática para esse público específico. Atualmente sou professor de Matemática no Centro de Capacitação dos Profissionais da Educação e Atendimento às Pessoas com Surdez (CAS - BH) e na Fundação Pedro Leopoldo e, também, professor de Libras na Universidade Universus Veritas - Univerias. Realizo pesquisas na área da Educação Matemática, relacionadas à Etnomatemática, ao Numeramento, a Cultura Surda, a Educação Financeira e a Língua Brasileira de Sinais (Libras).
Milton Rosa, UFOP
Prof. Milton Rosa possui Licenciatura Curta em Ciências com Licenciatura Plena em Matemática pela Faculdade de Ciências e Letras Plínio Augusto do Amaral (1983), graduação em Pedagogia pela Faculdade de Ciências e Letras Plínio Augusto do Amaral (1993) na área de Administração Escolar, especialização em Educação Matemática pela PUC de Campinas (1999), mestrado em Educação Matemática, Currículo e Instrução pela California State University, em Sacramento (2000) e doutorado em Educação, Liderança Educacional na área de Gestão Educacional da Educação Básica, pela California State University, em Sacramento (2010). Ambos os diplomas de mestrado e doutorado expedidos pela California State University, em Sacramento (CSUS) foram revalidados pela Universidade de São Paulo (USP). Prof. Milton Rosa também possui pós-doutorado em Educação pela USP em 2014, investigando o tema de etmodelagem. Atualmente, é professor adjunto IV do Departamento de Educação Matemática (DEEMA) e professor do Centro de Educação Aberta e a Distância (CEAD), na Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP). 
Publicado
28-05-2019
Como Citar
Pinheiro, R. C., & Rosa, M. (2019). Contribuições da Tecnoracia e da Etnomatemática para a Promoção da Educação Financeira de Estudantes Surdos. Abakós, 7(2), 45-59. https://doi.org/10.5752/P.2316-9451.2019v7n2p45-59
Seção
Artigos completos / Full papers