Contribuições da Tecnoracia e da Etnomatemática para a Promoção da Educação Financeira de Estudantes Surdos

Rodrigo Carlos Pinheiro, Milton Rosa

Resumo


Apresentamos, neste artigo, alguns resultados obtidos em uma pesquisa de Mestrado Profissional em Educação Matemática, que está relacionada com o desenvolvimento da Educação Financeira de jovens e adultos Surdos, que se comunicam em Libras, por meio da perspectiva etnomatemática. Especificamente, procuramos compreender a relação dos resultados desse estudo com um dos elementos do Currículo Trivium para a Matemática, denominado por Tecnoracia, que foi proposto D’Ambrosio, em 1999. Desse modo, essa reconceituação curricular é composta pela literacia (instrumentos comunicativos), materacia (instrumentos analíticos) e tecnoracia (instrumentos materiais e tecnológicos). A abordagem metodológica foi qualitativa, com a utilização dos pressupostos da Teoria Fundamentada nos Dados (Grounded Theory). Da fase analítica, foi possível inferir que o programa etnomatemática possibilitou o fornecimento dos instrumentos comunicativos, analíticos, materiais e tecnológicos, que são característicos da cultura Surda para que os alunos pudessem resolver as situações-problema propostas em sala de aula.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5752/P.2316-9451.2019v7n2p45-59

Indexadores e Repositórios/Banco de dados: