APRENDIZAGENS DA E NA EXTENSÃO DA PUC MINAS: MÚLTIPLAS INTERAÇÕES E INTERDEPENDÊNCIAS

  • Ev'Angela Batista Rodrigues Barros Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUC Minas)
Palavras-chave: Extensão Universitária. Rede Proex. Institucionalização da Extensão.

Resumo

Neste artigo, busca-se apresentar e discutir, norteados pelas concepções e diretrizes da Política de Extensão Nacional e os documentos parametrizadores da Extensão da PUC Minas, os resultados destacados em 27 relatórios analíticos de trabalho dos Núcleos Temáticos, Assessorias e Coordenadorias integrantes da Rede PROEX de Extensão, em seus diversos campi e unidades. Circunscrevendo-nos à última década (2006/2015), buscou-se avaliar em que medida (e de que forma) a institucionalização da Extensão na Universidade vem ressoando nos diversos agentes que interagem no cotidiano desta instituição – atuando nos âmbitos indissociáveis do Ensino, da Pesquisa e da Extensão. A partir dos Planos de Ação Integrados (PAI), cada Núcleo temático, Coordenação Setorial, Instituto e Curso foi instado a fazer o relatório ao final de 2015, avaliando criticamente o que foi possível realizar integral ou parcialmente, bem como as causas e condicionantes desse desempenho. A análise de diferentes materiais (relatórios produzidos por docentes das diversas instâncias constitutivas da Rede) permitiu cenarizar a Extensão que temos (pontos positivos e dificuldades) e a que queremos construir (projeções e desafios), evidenciando pontos nodais (como uma postura integradora da ação dos agentes envolvidos, o investimento num sistema mais acurado de monitoramento e de registro dos projetos, de melhoria da comunicação entre todos os atores/setores, de consolidação de parcerias com as demais Pró-reitorias – de Graduação e de Pesquisa e Pós-graduação, de busca de maior interlocução com os parceiros que oferecem campos de inserção dos graduandos, entre outros), que se consagram como prioridades a serem perseguidas nos próximos anos.

Biografia do Autor

Ev'Angela Batista Rodrigues Barros, Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUC Minas)

Licenciada em Letras pela UFMG e em Pedagogia pelo IEMG, concluiu Mestrado em Letras (1992) e Doutorado em Estudos Linguísticos (2006), ambos pela UFMG. Professora Adjunta IV da PUC Minas, atua principalmente nas seguintes áreas: morfologia, sintaxe, leitura e produção textual, sociolinguística, alfabetização e letramento, formação docente. Integrante do corpo docente e/ou da coordenação de diversos cursos de Pós Graduação lato sensu da PUC Minas, que têm a lingua(gem) e/ou o ensino como eixos norteadores: Leitura e Produção de Texto; Português para Profissionais; Práticas Escolares de Alfabetização e Letramento; Gramática da Língua Portuguesa; Ensino de Língua Portuguesa; Revisão de Textos, entre outros. Desempenhou diversas funções correlatas à docência ? Coordenação de Estágios (2007 a 2010), Colegiado do Curso de Letras (SG,/2005 a 2007). Dedica-se também a atividades na Extensão ? coordena Programa Escola Integrada (parceria com a SMED BH desde 2011) e é Coordenadora de Publicações e Produções Acadêmicas da Pró-reitoria de Extensão. Na pesquisa, integra grupos que se dedicam à linguística aplicada, à constituição da língua portuguesa e à formação docente. Participou da equipe de projeto estruturador da SEE-MG, com a orientação de docentes via blogs eletrônicos ? PDP (2007 a 2010), tendo lecionado educação básica (ensino médio) até 2011. Coordenadora de Gestão de Processos Educacionais do PIBID PUC Minas, em parceria com a Capes. Membro do Comitê Gestor de Formação Inicial e Continuada de Professores da PUC Minas e do Conselho Diretor do Instituto de Ciências Humanas. Coordenadora adjunta do CESPUC - Centro de Estudos Luso-Afro-Brasileiros da PUC Minas.

Publicado
15-04-2018
Como Citar
Barros, E. B. R. (2018). APRENDIZAGENS DA E NA EXTENSÃO DA PUC MINAS: MÚLTIPLAS INTERAÇÕES E INTERDEPENDÊNCIAS. @rquivo Brasileiro De Educação, 5(11), 27-47. https://doi.org/10.5752/P.2318-7344.2017v5n11p27-47