SEXUALIDADE E EDUCAÇÃO: AS CONTRIBUIÇÕES DA PSICANÁLISE PARA A PRÁTICA DOCENTE

  • Amauri Carlos Ferreira Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais e do Instituto Santo Tomás de Aquino
Palavras-chave: Sexualidade. Educação. Psicanálise. Prática Docente.

Resumo

O artigo discute as contribuições da psicanálise para a prática docente. O caminho utilizado para o desenvolvimento desta pesquisa foi a escuta sensível de professoras que se deparam constantemente com questões referentes à sexualidade. Os locais desta pesquisa foram escolas públicas da região metropolitana de Belo Horizonte - MG. O referencial teórico utilizado foi o da psicanálise em diálogo com a educação. Os resultados da pesquisa corroboram o tabu da sexualidade e apontam para a importância de discussões sobre sexualidade com crianças e educadores (as) e apontam para a necessidade de discutir sobre o tema da sexualidade na escola.


Biografia do Autor

Amauri Carlos Ferreira, Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais e do Instituto Santo Tomás de Aquino
Professor pós-doutor em Educação. Professor de Filosofia da Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais e do Instituto Santo Tomás de Aquino

Referências

ATTIÉ, Joseph. Sublimação – sintoma? In: RIBEIRO, Maria Anita Carneiro; MOTTA, Manoel Barros da. (Org.). Os destinos da pulsão. Rio de Janeiro: Kalimeros, 1997. Cap. 11, p. 145-172.

BRASIL. Ministério da Educação. Parâmetros Curriculares Nacionais: orientação sexual. Brasília: MEC, 1997. Disponível em:

http://portal.mec.gov.br/seb/arquivos/pdf/orientacao.pdf. Acesso em: 25 jun. 2016.

FYNCO, Gabriela. Educação infantil, gênero e brincadeiras: das naturalidades às transgressões. Campinas SP, 2004. ANAIS: 28ª Reunião Anual da Anped, 2005. GT07 - Educação de Crianças de 0 a 6 anos. Disponível em:

http://WWW.anped.org.br/stes/defaut/files/gt07945int.pdf. Acesso em 20 abr. 2017

FREUD, Sigmund. Algumas reflexões sobre a psicologia do escolar. In: FREUD, Sigmund. Totem e tabu e outros trabalhos. Edição Standard Brasileira das Obras Psicológicas Completas. Rio de Janeiro: Imago: 1914-1974. v. 13.

FREUD, Sigmund. A dinâmica da transferência. In: FREUD, Sigmund. Artigos sobre técnica e outros trabalhos. Edição Standard Brasileira das Obras Psicológicas Completas. Rio de Janeiro: Imago, 1912-1969. v. 12

FREUD, Sigmund. Edição Standard brasileira das obras psicológicas completas de Sigmund Freud V. Rio de Janeiro: Imago, 1972. v. 7

KUPFER, Maria Cristina. Freud e a educação: o mestre do impossível. 3. ed. São Paulo: Scipione, 2004. 103 p.

LAKATOS, Eva Maria; MARCONI, Marina de Andrade. Fundamentos da metodologia científica. 7. ed. São Paulo: Atlas, 2010. 297p

LOPES. Eliane Marta Santos Teixeira. A psicanálise escuta a educação. Belo Horizonte: Autêntica, 1998.

LOURO, Guacira Lopes. Gênero, sexualidade e educação: uma perspectiva pósestruturalista. 12. ed. Petrópolis: Vozes, 2011. 184 p.

MAIA, Ana Cláudia Bortolozzi. Conceito amplo de sexualidade. [S. l.]: psicopedagogia, 2010. Disponível em:

http://www.psicopedagogia.com.br/new1_artigo.aspentrID=1303#.Vlm7e3arTIX. Acesso em: 16 out. 2015.

MAIA, Ana Cláudia Bortolozzi. Conceito amplo de sexualidade no processo de educação sexual. Psicopedagogia On Line, v. 1, 2010. Disponível em: http://www.psicopedagogia.com.br/new1_artigo.asp?entrID=1303. Acesso em: 16 out. 2015.

VIANNA, Cláudia; FINCO, Daniela. Meninas e meninos na Educação Infantil: uma questão de gênero e poder. Cadernos Pagu, n. 33, p. 265-283, jul./dez. 2009.

Publicado
06-08-2019
Como Citar
Ferreira, A. C. (2019). SEXUALIDADE E EDUCAÇÃO: AS CONTRIBUIÇÕES DA PSICANÁLISE PARA A PRÁTICA DOCENTE. @rquivo Brasileiro De Educação, 6(13), 105-134. https://doi.org/10.5752/P.2318-7344.2018v6n13p105-134