O Ethos do pesquisador: ética e oralidades DOI - 10.5752/P.2318-7344.2014v2n3p23

  • Amauri Carlos Ferreira Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUC Minas)
  • Yonne de Souza Grossi Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUC Minas)
Palavras-chave: Ethos, Narrativa, Pesquisa, Responsabilidade, Ética do dever.

Resumo

O artigo discute a morada do pesquisador a partir da relação ética no campo da história oral. Estabelece a relação emblemática do pesquisador com o narrador, no que se refere ao objeto a ser investigado. A morada do narrador, nessa relação, abre para o pesquisador a possibilidade de construir categorias analíticas que permitem compreender as narrativas como um documento passível de indagações, ao se aproximar da verdade do depoente. Um pacto é selado, o da confiança, de tal maneira que o ethos do pesquisador se reconstrói como gerador do princípio de responsabilidade na pesquisa. Assim, a morada do pesquisador em oralidades tem seu ethos em construção na ética do dever, a qual tem como fundamento o compromisso com o outro.

Biografia do Autor

Amauri Carlos Ferreira, Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUC Minas)
Possui graduação em Filosofia pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (1989), mestrado em Ciências da Religião pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (1995) e doutorado em Ciências da Religião pela Universidade Metodista de São Paulo (2002).Pós doutorado em Educação pela UFMG(2009). Atualmente é adjunto IV da Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais. Professor nos cursos de Filosofia e Pedagogia, como também nos programas de pós graduação em Educação e Ensino de Ciências e Matemática .Tem experiência na área de Filosofia e Educação. Seus principais temais de pesquisa : Imaginário, ética, política da diversidade e da inclusão.
Yonne de Souza Grossi, Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUC Minas)
Professora de Sociologia da PUC Minas. Mestre em Ciência Política pela UFMG.
Publicado
15-06-2015
Como Citar
Ferreira, A. C., & Grossi, Y. de S. (2015). O Ethos do pesquisador: ética e oralidades DOI - 10.5752/P.2318-7344.2014v2n3p23. @rquivo Brasileiro De Educação, 2(3), 23-37. https://doi.org/10.5752/P.2318-7344.2014v2n3p23