Letramento na tela e no papel: a formação de escritores no Ensino Fundamental

  • Juçara Moreira Teixeira Universidade Federal de Minas Gerais - UFMG
Palavras-chave: literaturas de língua portuguesa, linguística, filologia

Resumo

Neste trabalho, discutiremos questões referentes ao ensino da escrita na tela e no papel, no Ensino Fundamental, bem como sobre os diferentes letramentos que podem ser instituídos em sala de aula, especialmente o digital. Apresentaremos o relato de um projeto de ensino de leitura e escrita de crônicas e notícias com o objetivo de: refletir sobre o processo de ensino-aprendizagem dos alunos ao usarem a tela e o papel nas atividades de produção textual; problematizar quais são os desafios que a tecnologia digital trouxe para a escola e como pode ser usada produtivamente na aprendizagem da escrita. A análise dos dados evidenciou a importância de propiciar aos alunos o contato com a tela e o papel, de modo a desenvolver diferentes letramentos, ou seja, de adquirirem
diferentes “estados” ou “condições” (SOARES, 2002) de quem usa a leitura e a escrita para interagir socialmente pela linguagem. Confirmamos a necessidade de a escola promover o letramento digital, incluindo o uso do computador e da internet no desenvolvimento da leitura e escrita dos discentes, haja vista a constatação de que, embora pertençam à geração da “Era Digital”, eles necessitam de um ensino formal sobre o uso produtivo das ferramentas digitais.

Palavras-chave: Letramentos. Tela. Papel. Ensino. Aprendizagem.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

BRASIL. Ministério de Educação. Secretaria de Educação

Fundamental. Parâmetros Curriculares Nacionais. 1º e 2º

ciclos: Língua Portuguesa. Brasília: MEC/SEF, 1997.

COSCARELLI, Carla Viana. A cultura escrita na sala de aula

(em tempos digitais). In: MARINHO, Marildes; CARVALHO,

Gilcinei Teodoro. (Orgs). Cultura escrita e letramento. Belo

Horizonte: Editora UFMG, 2010. (p. 513 – 526).

COSTA, Sérgio Roberto. Dicionário de gêneros textuais. 2ª

ed. rev. ampl. Belo Horizonte: Autêntica Editora, 2009.

KOCH, Ingedore Villaça; ELIAS, Vanda Maria. Ler e escrever:

estratégias de produção textual. 2. ed. São Paulo: Contexto,

MATENCIO, M. L. M. Referenciação e retextualização de

textos acadêmicos: um estudo do resumo e da resenha. Anais

do III Congresso Internacional da ABRALIN, março de 2003.

SCHNEUWLY, Bernard; DOLZ, Joaquim. Gêneros orais e

escritos na escola. 2. ed. Tradução e organização: Roxane Rojo

e Glaís Sales Cordeiro. Campinas, SP: Mercado de Letras,

SOARES, Magda. Novas práticas de leitura e escrita:

letramento na cibercultura. Educ. Soc., Campinas, vol. 23,

n. 81, p. 143 – 160, dez. 2002. Disponível em: http://www.

cedes.unicamp.br.

Publicado
14-12-2015
Como Citar
Teixeira, J. M. (2015). Letramento na tela e no papel: a formação de escritores no Ensino Fundamental. Cadernos CESPUC De Pesquisa Série Ensaios, 2(25), 16-32. Recuperado de http://periodicos.pucminas.br/index.php/cadernoscespuc/article/view/11101
Seção
Dossiê: mídias, redes sociais - construções de discursos, imagens e representações