Um lugar-comum do contemporâneo: a valorização narrativa do acaso

  • André Rangel Rios Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais - PUC Minas
Palavras-chave: literaturas de língua portuguesa, linguística, filologia

Resumo

O acaso na literatura contemporânea é, primeiramente, comentado com base em Aristóteles e na discussão dos mundos possíveis desenvolvida na Escolástica Tardia. A seguir, é indicado que o debate mais recente da dimensão semântica, que é instável e inerentemente mutável, leva a um afastamento do entendimento teológico-metafísico, possibilitando uma compreensão diferente e provocativa do acaso e sua imprevisibilidade em diversos romances modernos e contemporâneos. No entanto, também fica
indicado que há romances contemporâneos que seguem se referindo ao acaso, considerando-o apenas dentro dos conceitos teológico-metafísicos.


Palavras-chave: Acaso. Romance contemporâneo. O evento livro.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

André Rangel Rios, Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais - PUC Minas
Universidade Estadual do Rio de Janeiro - UERJ

Referências

KNEBEL, Sven K., Wille, Wurfel und Wahrscheinlichkeit. Das

System der moralischen Notwendigkeit in der Jesuitscholastik

-1700. Hamburg: Felix Meiner Verlag, 2000

SÜSSEKIND, Pedro. Triz. São Paulo: Editora 34, 2011

Publicado
14-12-2015
Como Citar
Rios, A. R. (2015). Um lugar-comum do contemporâneo: a valorização narrativa do acaso. Cadernos CESPUC De Pesquisa Série Ensaios, 2(25), 177-183. Recuperado de http://periodicos.pucminas.br/index.php/cadernoscespuc/article/view/11111
Seção
Dossiê: narrar e narrar-se