A PRESENÇA DA IRONIA EM OS CUS DE JUDAS, DE ANTÓNIO LOBO ANTUNES

  • Gracia Gomes de Abreu CES/JF
Palavras-chave: António Lobo Antunes. Os cus de Judas.Ironia. Nietzsche. Ambiguidade.

Resumo

Este trabalho pretende fazer uma análise da obra Os cus de Judas, do escritor António Lobo Antunes, com o objetivo de ressaltar a tessitura irônica do texto.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ANTUNES, António Lobo. Os cus de Judas. Rio de Janeiro: Objetiva, 2003. FERRAZ, Maria de Lourdes. A ironia romântica. Lisboa: Imprensa Nacio­

nal/Casa da Moeda, 1987.

LEITE, Ligia Chiappini Moraes. O foco narrativo ou a polêmica em torno da ilusão. 3. ed. São Paulo: Ática, 1987.

NIETZSCHE, F. W Sobre verdade e mentira no sentido extra-moral. In: Os pensadores - Obras incompletas de Nietzsche-seleção de textos de Gérard Lebrun. Tradução Rubens R. T. Filho. São Paulo: Editora Nova Cultural, 1999. p. 53-60.

SANTOS, Luiz A berro Brandão; OLIVEIRA, Silvana Pessoa de. Sujeito, tempo e espaço ficcionais: introdução à teoria da literatura. São Paulo: Martins Fontes, 2001.

Publicado
11-05-2017
Como Citar
Abreu, G. G. de. (2017). A PRESENÇA DA IRONIA EM OS CUS DE JUDAS, DE ANTÓNIO LOBO ANTUNES. Cadernos CESPUC De Pesquisa Série Ensaios, 1(14), 78-87. Recuperado de http://periodicos.pucminas.br/index.php/cadernoscespuc/article/view/14708