FERNANDO PESSOA: PERSONAS

  • José Osmar de Melo PUC Minas
Palavras-chave: Heterônimos. Máscaras. Eu-fictício. Ficções do Interlúdio. Fernando Pessoa.

Resumo

Este trabalho  tem por objetivo analisar o processo de ficciona­lização do eu, a partir  de alguns poemas do  livro Ficções do Interlúdio, de Fernando Pessoa, em cujas páginas podemos per­ ceber o desfile das múltiplas máscaras do poeta lusitano.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

BORNHEIM, Gerd A. O sentido e a máscara. São Paulo: Perspectiva, 1975. BORGES, Jorge Luis. Ficções. Tradução Carlos Nejar. 7. ed. São Paulo: Glo­bo, 1997.

CANDIDO, Antonio et ai. A personagem de ficção. São Paulo: Perspectiva,

ECO, Umberto. Sobre os espelhos c outros ensaios. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1989.

GUSMÃO, Manuel. Anonimato ou alterização? In: Revista Semear 4. www. Letras.puc-rio.br/Catedra/revista/4Sem_18.html

KlERKEGAARD, Sõren. O banquete. Lisboa: Guimarães, 1985.

KlERKEGAARD, Sõren. O diário de um sedutor. Tradução Carlos Grifo. São Paulo: Abril Cultural, 1984. (Os Pensadores)

KIERKEGAARD, Sõren. Ponto de vista explicativo de minha obra de escri­tor. Lisboa: Edições 70, 1986.

LOURENÇO, Eduardo. Kierkegaard e Pessoa ou As máscaras do absoluto. In: Fernando Pessoa, rei de nossa Baviera. Lisboa: Imprensa Nacional/Casa da Moeda, 1986. p. 2-8.

PAZ, Octavio. Signos em rotação. São Paulo: Perspectiva, 1982.

PESSOA, Fernando. Obra poética. Rio de Janeiro: Editora Nova Aguilar, 1987.

ROSSET, Clément. O real e seu duplo. São Paulo: LPM, 1988.

ROSENFELD, Anatol. Texto/contexto. 2. ed. São Paulo: Perspectiva: 1973.

SEABRA, José Augusto. Fernando Pessoa ou o poetodrama. São Paulo: Pers­pectiva, 1982.

Publicado
11-05-2017
Como Citar
Melo, J. O. de. (2017). FERNANDO PESSOA: PERSONAS. Cadernos CESPUC De Pesquisa Série Ensaios, 1(14), 96-110. Recuperado de http://periodicos.pucminas.br/index.php/cadernoscespuc/article/view/14710