FERNANDO PESSOA: FICÇÃO, CRIAÇÃO, LOUCURA

  • Francisco Saraiva Fino Universidade de Évora Universidade do Porto
Palavras-chave: Fernando Pessoa. Gênio. Loucura. Linguagem. Legitimação. Impessoalidade trágica.

Resumo

"Sentir dramaticamente" terá constituído, no âmbito do pro­cesso criativo da obra pessoana, um dos componentes mais pro­dutivos da sua teoria do fingimento, cujas implicações o condu­ziram às experiências em torno da despersonalização e da cria­ção heteronímica. A gênese desse itinerário de distanciação po­ derá ser encontrada através da vivência ficcional da loucura, presente na maioria das suas primeiras personalidades poéticas, como Charles Robert Anon ou Alexander Search, que lhe servi­ram enquanto palco privilegiado para uma primeira percepção da linguagem literária como espaço privilegiado legitimador da experiência do trágico que constitui a expressão do gênio louco. Partindo da herança romântica e decadentista, Fernando Pessoa propõe-se recuperar a grandeza da "loucura consciente", reconhecendo-lhe uma superioridade criativa que não deixará de reclamar ao longo de toda a sua vasta produção escrita

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ARISTÓTELES. L'Homme de génie et la mélancolie - probleme XXX. Tra­dução e notas de jackie Pigeaud. Paris: Editions Rivages, 1988.

ARISTÓTELES. Poética. Tradução Eudoro de Sousa. Lisboa: IN-CM, 1990. AZEVEDO, Maria da Conceição Fidalgo. Fernando Pessoa, educador. Braga: Ed. APPACDM, 1996.

BEAUGRANDE, Robert de. Literary Theories and the Concept of Madness. In:RIEGER, Branimir (Org.). Dionysus in literature-essays on literary mad­ness. Bowling Green: Bowling Green State University Popular Press, 1994.

CALINESCU, Matei. As cinco faces da modernidade. Tradução Jorge Teles de Menezes. Lisboa: Vega Editora, 1999.

CASTRO, Ivo. Editar Pessoa. Lisboa: IN-CM, 1990.

COELHO, Jacinto do Prado. Ao contrário de Penélope. Venda Nova: Ber­trand Editora, 1976.

DE MAN, Paul. O ponto de vista da cegueira. Lisboa: Cotovia & Angelus Novus, 1999.

ELIOT, T. S. Ensaios de dou trina crítica. Tradução Fernando de Mello Mo­ser. Lisboa: Guimarães Editores, 1962.

ELIOT, T. S. Ensaios escolhidos. Tradução Maria Adelaide Ramos. Lisboa: Edições Cotovia, 1992.

FELMAN, Shoshana. Writing and madness (literature /philosophy/ psychoa­nalysis). Tradução Martha Noel Evans. Paio Alto: Stanford University Press, 2003.

FREIRE, Luísa. Fernando Pessoa - entre vozes, entre línguas. Lisboa: Assírio & Alvim, 2004.

GENETTE, Gérard. Palimpsestes. Paris: Édirions du Seuil, 2003.

GUIMARÃES, Fernando. Poética do simbolismo em Portugal. Lisboa: IN­ CM, 1990.

Publicado
11-05-2017
Como Citar
Fino, F. S. (2017). FERNANDO PESSOA: FICÇÃO, CRIAÇÃO, LOUCURA. Cadernos CESPUC De Pesquisa Série Ensaios, (15), 60-86. Recuperado de http://periodicos.pucminas.br/index.php/cadernoscespuc/article/view/14759