PESSOA ORTÔNIMO E RICARDO REIS: TANTO LÁ QUANTO CÁ, AINDA ASSIM, NEM CÁ NEM LÁ...

  • Marcelo Antônio Ribas Hauck PUC Minas
  • Mireile Pacheco França Costa PUC Minas
Palavras-chave: Fernando Pessoa. Linguagem. Poesia. Ricardo Reis. Sujeito literário.

Resumo

Este texto tem o objetivo de discorrer acerca da questão do su­jeito literário a partir da análise de alguns poemas de Fernando Pessoa ortônimo e de algumas odes de Ricardo Reis, apontando confluências entre os textos de ambos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

BLANCHOT, Maurice. O espaço literário. Tradução Álvaro Cabral. Rio de Janeiro: Rocco, 1987.

BLANCHOT, Maurice. O livro por vir. Tradução Leyla Perrone-Moysés. São Paulo: Martins Fontes, 2005.

BLANCHOT, Maurice. A conversa infinita- A palavra final. Tradução Auré­lio Guerra Neto. São Paulo: Escuta 2001.

ISER, Wolfgang. Os atos de fingir ou o que é fictício no texto ficcional. In: LIMA, Luiz Costa. Teoria da literatura em suas fontes. Tradução Heidrun K. Olimo e Luiz Costa Lima. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2002. v. 2, p. 955-987.

LEVY, Tatiana Salem. A experiência do fora: Blanchot, Foucalt e Deleuze. Rio de Janeiro: Relu me Dumará, 2003.

PERRON E-MOISÉS, Leyla. Fernando Pessoa - aquém do eu, além do outro. 2. ed. São Paulo: Martins Fontes, 1990.

PESSOA, Fernando. Obra poética. 17. ed. Rio de Janeiro: Nova Aguilar, 2001.

PESSOA, Fernando. Poemas de Ricardo Reis. Ed. crit. org. por Luiz Fagundes Duarte. Lisboa: Imprensa Nacional/Casa da Moeda, 1994. v. 3.

Publicado
11-05-2017
Como Citar
Hauck, M. A. R., & Costa, M. P. F. (2017). PESSOA ORTÔNIMO E RICARDO REIS: TANTO LÁ QUANTO CÁ, AINDA ASSIM, NEM CÁ NEM LÁ. Cadernos CESPUC De Pesquisa Série Ensaios, (15), 159-174. Recuperado de http://periodicos.pucminas.br/index.php/cadernoscespuc/article/view/14760