A PRESENÇA DA IRONIA EM "CENAS DA VIDA REAL", DE AFONSO PRAÇA

  • Vera Lúcia da Silva Sales Ferreira PUC Minas
Palavras-chave: Cenas da vida real. Afonso Praça. Ironia. Enunciação. Jogo narrativo. Fingimento. Representação.

Resumo

A análise do conto  "Cenas da vida real", de Afonso Praça, procura de­monstrar  que  a ironia  presente  no texto é construída através de  um processo textual dicotômico entre a enunciação e o  enunciado que se contradizem  para tornarem  a trama  um jogo entre  narrador e leitor e, desta forma, desmascarar o fingimento e a representação presentes nos conceitos e nas leis que regem a sociedade moderna.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

BOURGEOIS, André. A ironia romântica. In: DUARTE, L. P. (Org.). Ironia e hu­mor na literatura. Belo Horizonte: FALE/UFMG, 1994. p. 55-82.

FERREIRA, Aurélio Buarque de Holanda; J. E. M. M. Editores. Novo dicionário Aurélio da língua portuguesa. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1986.

LEPECKI, Maria Lúcia. Sobreimpressões. Lisboa: Caminho, 1988.

PRAÇA, Afonso. Avareza (Cenas da vida real). In: VENTURA, Mário et al. Os sete pecados capitais. Lisboa:Editorai Notícias, 1988. p. 20-27.

Publicado
11-05-2017
Como Citar
Ferreira, V. L. da S. S. (2017). A PRESENÇA DA IRONIA EM "CENAS DA VIDA REAL", DE AFONSO PRAÇA. Cadernos CESPUC De Pesquisa Série Ensaios, 1(12), 157-163. Recuperado de http://periodicos.pucminas.br/index.php/cadernoscespuc/article/view/14783