Vozes ininteligíveis e silêncios orais: epistemologias do Sul em Rap global

Main Article Content

Jefferson Ubiratan de Araújo Medeiros

Resumo

Rap global (OESTE [SANTOS] 2010) é um livro de poemas publicado por Boaventura de Sousa Santos sob o pseudônimo de Queni N. S. L. Oeste. O meu intento nesse artigo é compreender, por meio da leitura e fruição desse objeto literário, como se dá o seu processo de instanciação e encenação enunciativa. Defendo que tal processo, na obra em foco, engendra a produção de geografias discursivas. A partir do exame de alguns trechos do rapoema de Santos pretendo evidenciar a relação de tais geografias com os conceitos cunhados pelo sociólogo, a saber, a “tradução intercultural” e a “ecologia de saberes”, ambos integrados às “epistemologias do sul”, do sociólogo português.


Palavras-chave: Rap global. Boaventura de Sousa Santos. Encenação enunciativa. Geografias discursivas. Epistemologias do Sul.

Article Details

Como Citar
Medeiros, J. U. de A. (2020). Vozes ininteligíveis e silêncios orais: epistemologias do Sul em Rap global. Cadernos CESPUC De Pesquisa Série Ensaios, 36, 9-22. https://doi.org/10.5752/P.2358-3231.2019n0p9-22
Seção
Artigos