A representação do discurso do outro e os posicionamentos identitários

Palavras-chave: Letramento acadêmico, Heterogeneidade discursiva., Discurso de outrem

Resumo

Neste artigo apresento resultados de estudo sobre a representação do discurso do outro (RDO) em artigos científicos publicados em revistas Qualis A e B nas áreas de Linguística, Ciências Sociais e Engenharias, à luz dos aportes teóricos da linguística da enunciação, a fim de evidenciar que a escrita de pesquisa não é homogênea como pressupõem, geralmente, os manuais que a orientam.  Partindo da premissa de que o discurso direto revela o RDO no sentido estrito, quer dizer, o discurso direto tem por objeto um ato de enunciação outro, bem como um estatuto autônomo ou de menção conferido ao enunciado reapresentado (AUTHIER-REVUZ, 2008), identifiquei 233 citações diretas do tipo longa (denominação dada pela ABNT), as quais foram cotejadas, o que me permitiu categorizá-las em teórica, documental e cultural, dados seu estatuto epistêmico e a origem da citação. Tal resultado pode: i) servir de ponto de partida ou de fio condutor para reflexões sobre os modos de textualização e discursivização da escrita de pesquisa; ii) levar os estudantes universitários a refletir sobre as características da escrita científica da sua área disciplinar; iii) possibilitar o uso consciente do RDO de modo que ele sirva para a construção de quadros teóricos mais consistentes e funcionais em gêneros como ensaios, artigos, projetos, dissertações e teses.

Publicado
02-12-2020
Como Citar
Rodrigues, D. L. D. (2020). A representação do discurso do outro e os posicionamentos identitários. Cadernos CESPUC De Pesquisa Série Ensaios, (37), 83-104. https://doi.org/10.5752/P.2358-3231.2020n37p83-104