Discursos, identidades e representações sobre a imagem docente

  • Maria Alzira Leite PUC Minas
Palavras-chave: literaturas de língua portuguesa, linguística, filologia

Resumo

Este artigo tem por objetivo flagrar pistas do processo de demarcação
identitária do professor, indivíduo que ocupa um lugar histórico e
social constituído (HALL, 2006), a partir dos modos de enunciar das
diferentes esferas sociais, presentes na mídia digital.

Palavras-chave: Discurso. Identidade. Representações.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

BAKHTIN M.; VOLOCHINOV, L. Marxismo e filosofia da

Linguagem. São Paulo: Hucitec, 1979.

DUCROT, Oswald. Esboço de uma teoria polifônica da enunciação.

In: O dizer e o dito. Campinas: Pontes, 1987.

Charges. http://www.saogabriel.pucminas.br/letras/concurso/anexo/Charges/Professor. pdf. Acesso em 12 de nov. 2010.

FILHO, Lourenço. O Movimento da Escola Nova e suas bases

históricas. In: _______. Introdução ao estudo da Escola Nova. 9ª edição, São Paulo: Melhoramentos, 1967. p.17-33.

HALL, Stuart. A identidade em questão. In.: A identidade cultural na

pós-modernidade. (Tradução Tomaz T. Silva e Guacira L. Louro). 10.

Ed. Rio de Janeiro: DP&A, 2006. p. 7-22.

HALL, Stuart. A identidade em questão. In.: A identidade cultural na

pós-modernidade. (Tradução Tomaz T. Silva e Guacira L. Louro). 10.

Ed. Rio de Janeiro: DP&A, 2006. p. 23-46.

JODELET, Denise. Representações sociais: um domínio em expansão. In: JODELET, D. (Org.). As representações sociais. Rio de Janeiro: EdUERJ, 2001. p. 17- 44.

KERBRAT-ORECCHIONI, Catherine. L’énonciation: de la

subjectivité dans le language. Paris: Armand Colin Éditeur, 1980.

KOCH, Ingedore G.V. Argumentação e Linguagem. São Paulo:

Cortez, 2002.

KOCH, Ingedore G.V. Aspectos da interação em língua portuguesa.

São Paulo, 1981 (a). (Tese de doutorado).

MAINGUENEAU, D. Novas tendências em análise do discurso. (trad.

de Freda Indursky). Campinas, SP: Pontes: Editora da Universidade

Estadual de Campinas, 3ª ed. 1997.

MARKOVÁ, Ivana. Dialogicidade e representações sociais: as

dinâmicas da mente. Tradução de Hélio Magri Filho. Petrópolis:

Vozes, 2006.

MERCER, K. Welcome to the jungle: identity and diversity in

postmodern politics. In: RUTHERFORD, J. (Ed.). Identity:

community, culture, difference. London: Lawrence & Wishart, 1990.

p. 43-71.

MORIN, Edgar. O uno múltiplo. In: O método 5. A humanidade da

humanidade – a identidade humana. Porto Alegre: Sulina, 2003. p.

-69.

MOSCOVICI S. Representações sociais: investigações em psicologia

social. Petrópolis, RJ: Vozes, 2003.

NÓVOA, Antonio. Profissão professor. NÓVOA, A. (org.). Profissão

professor. 2 ed. Porto: Porto Editora, 1999.

Revista Nova Escola, edição 210, editora Abril. 20/10/2010.

ROCHA, Maria Isabel Antunes. Representações Sociais de professores sobre a relação professor-aluno em sala de aula. 1995. 145 fls. Dissertação (Mestrado em PS – UFMG, BH).

ROMANELLI, Otaíza de Oliveira. História da educação no Brasil.

ª edição. Petrópolis: Vozes, 1991.

SÁ, Celso Pereira de. A construção do objeto de pesquisa em

representações sociais. Rio de Janeiro: EdUERJ, 1998.

SAVIANI D. Escola e democracia. São Paulo: Cortez; 1993.

WAGNER, W. 2000. Sócio-gênese e características das

representações sociais. In: A.S.P. MOREIRA; D.C. OLIVEIRA

(ed.), Estudos interdisciplinares de representação social. Goiânia,

Ed. AB, p. 03-25.

Como Citar
Leite, M. A. (1). Discursos, identidades e representações sobre a imagem docente. Cadernos CESPUC De Pesquisa Série Ensaios, 1(23), 137-149. Recuperado de http://periodicos.pucminas.br/index.php/cadernoscespuc/article/view/8328
Seção
Dossiê ação e formação docente

Most read articles by the same author(s)