O papel do indivíduo na história (The role of the individual in history) - DOI: 10.5752/P.2237-8871.2013v14n21p118

Nildo Silva Viana

Resumo


Neste artigo discute-se o papel do indivíduo na história, sua autonomia, capacidade de intervenção nos acontecimentos históricos. Retomando alguns aspectos do debate da historiografia sobre o indivíduo na história, analisa-se a perspectiva da concepção materialista da história, o real significado das ações individuais no processo histórico. Para tanto, discute-se a formação social do indivíduo, a sua singularidade e autonomia relativa, a sua participação na história como expressão de classes sociais e outras forças atuantes na sociedade, concluindo que, nas sociedades de classes, a autonomia relativa do indivíduo é muito pequena e ele só exerce uma influência no curso dos acontecimentos históricos quando expressa necessidades e classes sociais.

 

Abstract

This article discusses the role of the individual in history, as well as its autonomy and ability to intervene in historical events. Resuming some aspects of the debate of historiography on the individual in history, it examines the perspective of the materialist conception of history and the real meaning of individual actions in the historical process. To this end, it discusses the social formation of the individual, his uniqueness and relative autonomy, his participation in history as an expression of social classes and other forces acting in society. Thus, we conclude that in class societies the relative autonomy of the individual is very small and he only influences the course of historical events when he expresses needs and social classes.

Keywords: Individual; History; Meaning; Role; Relative Autonomy; Singularity.

Palavras-chave


Indivíduo; História; Significado; Papel; Autonomia Relativa; Singularidade.

Texto completo:

PDF

Referências


ANDERSON, Perry. A Crise da Crise do Marxismo. São Paulo: Brasiliense, 1984.

BACH, Maurizio. Carisma e racionalismo na sociologia de Max Weber. Sociologia & antropologia. v. 1, n. 1, p. 51–70, 2011.

CARR, Edward. H. Que é História? 4. ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1982.

DURKHEIM, Émile. As regras do método sociológico. São Paulo: Martins Fontes, 2007.

ENGELS, Friedrich. Engels a Joseph Bloch. In: MARX, Karl; ENGELS, Friedrich. Cartas Filosóficas e o Manifesto Comunista de 1848. São Paulo: Moraes, 1987.

HELLER, A. Para mudar a vida. São Paulo: Brasiliense, 1982.

KORSCH, Karl. Karl Marx. Barcelona: Ariel, 1983.

KORSCH, Karl. Marxismo e Filosofia. Porto: Afrontamento, 1977.

MARX, Karl; ENGELS, Friedrich. O Manifesto Comunista. 3. ed. São Paulo: Global, 1988.

MARX, Karl; ENGELS, Friedrich. A ideologia alemã (Feuerbach). 8. ed. São Paulo: Hucitec, 1991.

MARX, Karl. Contribuição à crítica da economia política. 2. ed. São Paulo: Martins Fontes, 1983.

MARX, Karl. Elementos Fundamentales Para La Crítica de la Economia Política (Grundrisse). v. 2. ed. México: Siglo Veintiuno, 1985.

MARX, Karl. Manuscritos Econômico-Filosóficos. In: FROMM, Erich. Conceito marxista do homem. 8. ed. Rio de Janeiro: Zahar, 1983.

MARX, Karl. O capital. v. 1, 3. ed. São Paulo: Nova Cultural, 1988a.

MARX, Karl. O Capital. v. 2. 3. ed. São Paulo: Nova Cultural, 1988b.

MARX, Karl. O Dezoito Brumário e cartas a Kugelmann. 5. ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1986.

PLEKHANOV, G. A concepção materialista da história. 4. ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1978.

STAVENHAGEN, R. Classes Sociais e Estratificação Social. In: MARTINS, José de Souza e FORACCHI, M. M. (Org.). Sociologia e sociedade. Rio de Janeiro: LTC, 1978.

THOMAS, Tom. Breve história do indivíduo. Lisboa: Edições Dinossauro, 1997.

VIANA, Nildo. A Teoria da População em Marx. Boletim goiano de Geografia, v. 26, n. 2, jul./dez., 2006.

VIANA, Nildo. A consciência da história: Ensaios sobre o Materialismo Histórico-Dialético. 2. ed. Rio de Janeiro: Achiamé, 2007b.

VIANA, Nildo. A questão da causalidade nas Ciências Sociais. Goiânia: Edições Germinal, 2001.

VIANA, Nildo. Escritos metodológicos de Marx. Goiânia: Alternativa, 2007a.

VIANA, Nildo. Individualismo e Holismo na Metodologia das Ciências Sociais. Fragmentos de Cultura, Goiânia, v. 9, n. 6, p. 1259-1282, 1999.

VIANA, Nildo. Introdução à Sociologia. 2. ed. Belo Horizonte: Autêntica, 2011.

VIANA, Nildo. Karl Korsch e a concepção materialista da História. Florianópolis: Bookess, 2012.

VIANA, Nildo. O Pensamento Político de Rousseau. In: BARBOSA, Walmir. (Org.). Estado e poder político – do pragmatismo político à ideia de contrato social. Goiânia: Editora da UCG, 2005.

VIANA, Nildo. Universo psíquico e reprodução do capital: ensaios freudo-marxistas. São Paulo: Escuta, 2008.

WEBER, Max. Economia e sociedade. v. 2. Brasília: UnB, 1999.

WHITE, Hayden. Trópicos do discurso: ensaios sobre a crítica da cultura. São Paulo: Edusp, 1994.




Latindex

Sumários.org

E-Revist@s

Periodicos.CAPES

SEER/IBICT

LivRe

JournalTOCs

REBID

Elektronische Zeitschriftenbibliothek EZB

DOAJ