Seleção de ferramentas digitais educacionais para crianças de 4 a 5 anos na Creche Bebê Feliz

Cleia Gomes Amaral, Jônata Rafael Teodoro Ferreira, Tatiane Coutinho Alves, Tiago Silva Caetano

Resumo


Este trabalho descreve o estudo sobre ferramentas educacionais  digitais  visando auxiliar na educação de crianças na fase da pré-escola, com idade entre 4 a 5 anos, da Creche Bebê Feliz, como parte das demandas recebidas pela Extensão do Curso de Sistemas de Informação da Unidade Barreiro da PUC Minas. O objetivo foi pesquisar e selecionar ferramentas digitais para auxiliar o aprendizado de conteúdos, em meio digital, adequadas ao perfil das crianças. Como resultado, foi elaborada uma apostila contendo instruções de como utilizar as ferramentas selecionadas e fornecido um treinamento para as educadoras e voluntários da creche.

 


Palavras-chave


Tecnologias da informação e comunicação. Extensão universitária. Educação. Pré-escola. Jogos digitais.

Texto completo:

PDF

Referências


BARBOSA, Simone D. J; SILVA, Bruno Santana da. Interação humano computador. São Paulo: Elsevier, 2010.

BRASIL. Ministério da Educação. Plataforma RED. Plataforma MEC de Recursos Educacionais Digitais. Disponível em Acesso em: 01 out.,2017.

BRASIL. Casa Civil. LEI Nº 9.394, DE 20 DE DEZEMBRO DE 1996. Estabelece diretrizes e bases da educação nacional. Disponível em < http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/l9394.htm?TSPD_101_R0=b05874a824493d6b075e88ee4987ea86s590000000000000000b2883dbdffff00000000000000000000000000005b10ea4500b85616a6> Acesso em: 05 abr. 2018.

CLASSES, T. M. de; ARAÚJO, R. Jogos digitais para a participação cidadão em processos de prestação de serviços públicos. IN: Workshop de teses e dissertações em sistemas de informação, 9., Florianópolis, 2016. Anais… Florianópolis : SBC, 2016.

CRUZ JUNIOR, Gilson. Vivendo o jogo ou jogando a vida? Notas sobre jogos (digitais) e educação em meio à cultura ludificada. Rev. Bras. Ciênc. Esporte, Porto Alegre , v. 39, n. 3, p. 226-232, set. 2017 . Disponível em . Acesso em: 05 maio 2018.

DISCOVERY KIDS PLAY. Disponível em: Acesso em: 20 out. 2017

ESCOLA GAMES. Disponível em Acesso em: 01 out. 2017

FERNANDES, L.; WERNER, C.M.L. Sobre o uso dos jogos digitais para o ensino de engenharia de software. In: Fórum de Educação em Engenharia de Software, 2., Fortaleza, 2009. Anais… Fortaleza: SBC, 2009.

INSTITUTO AYRTON SENNA. Disponível em Acesso em: 01 out. 2017.

INTERNATIONAL STANDARD ORGANIZATION. ISO. ISO 9241-11. Ergonomic requirements for office work with visual display terminais (VDTs). Part. 11: Guidance on usability. 1998,

JAPONÊS, G.C.; INOCÊNCIO, A.C.G. Avaliação heurística de jogos digitais para a reabilitação pós-AVC. In: Workshop de realidade virtual e aumentada 11., Marília, 2014. Anais… Marília: SBC, 2014.

JOGOS, JOGOS EDUCATIVOS ONLINE. Disponível em Acesso em: 05 out. 2017.

KOSTER, R.; WRIGHT, W. A theory of fun for game design. Paraglyph Press, 2004

NIELSEN, Jakob. Usability engineering. San Diego: Academic Press, Morgan Kaufmann, 1993.

PONTIFICIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE MINAS GERAIS. Curso de Sistema de Informação. Disciplina Interação Humano Computador. Plano de ensino IHC. 2º semestre 2017.

RAMOS, D. K. Jogos cognitivos eletrônicos: contribuições à aprendizagem no contexto escolar. Ciênc. cogn. Rio de Janeiro , v. 18, n. 1, p. 19-32, abr. 2013 . Disponível em . Acesso em: 05 out. 2017.

RAMOS, D. K. Jogos Cognitivos Eletrônicos na Escola: exercício e aprimoramento dos aspectos cognitivos. In: Seminário Jogos Eletrônicos, Educação e Comunicação, 9., 2013, Salvador. Anais... Salvador: 2013b. P. 1-9.

RAMOS, D. K.; SEGUNDO, F. R. Jogos Digitais na Escola: aprimorando a atenção e a flexibilidade cognitiva. Educ. Real. Porto Alegre, v. 43, n. 2, p. 531-550, June 2018 Disponível em: . Acesso em: 03 maio 2018.

ROGERS, Y.; SHARP, H.; PREECE, J. Design de interação homem-computador. 3. ed. Porto Alegre: Bookman, 2013. 585p.

SALGADO, Luciana. Notas de Aula.

SANT’ANA, R B. Cultura dos alunos na pré-escola e na “Escola Primária”. Educação em Revista. Belo Horizonte, v.31, n.02, p. 101-127, Abr./jun, 2015.

SCHUVTEMA, P. Design de games: uma abordagem prática. São Paulo: Cengage Learning, 2008. p.447 > Acesso em: 01 dez. 2017

SMART KIDS. Disponível em Acesso em: 01 out. 2017

TURMA COC. Disponível em Acesso em: 03 out. 2017


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 Conecte-se! Revista Interdisciplinar de Extensão