As operações de paz da ONU como um mecanismo de neoliberalismo disciplinar: O caso de Angola (1989-2002)

  • Ana Rachel Fortes Mestranda em Relações Internacionais pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais. Bacharela em Relações Internacionais pela Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro
Palavras-chave: Angola. Neoliberalismo Disciplinar. Organizações das Nações Unidas. Operações de Paz.

Resumo

Este trabalho tem como propósito analisar as Operações de Paz das Organizações das Nações Unidas- ONU como um mecanismo de “neoliberalismo disciplinar”, categoria cunhada pela Teoria Crítica das Relações Internacionais. Sustenta-se que as operações de paz foram responsáveis por introduzir ideias e práticas neoliberais de caráter tanto econômico quanto político em países debilitados pela guerra civil. Para tal pesquisa, o caso analisado trata das operações de paz em Angola (1989-2002), prolongada em aproximadamente 13 anos, e que foram determinantes no processo de reestruturação do Estado angolano.

Biografia do Autor

Ana Rachel Fortes, Mestranda em Relações Internacionais pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais. Bacharela em Relações Internacionais pela Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro
Mestranda em Relações Internacionais pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais. Bacharela em Relações Internacionais pela Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro com mobilidade acadêmica na Universidade do Porto pelo Bolsa Santander Universidades. Atuou como assistente de pesquisa do Observatório dos Países de Língua Oficial Portuguesa (OPLOP) e como pesquisadora PIBIC\CNPq do projeto "Bolivarianismo e Luta Hegemônica no Brasil".Possui interesses nas áreas de Economia Política Internacional e Segurança Internacional, atuando nos seguintes temas: Teoria Crítica, Operações de Paz , desenvolvimento e desigualdades internacionais. Atualmente é monitora do Grupo de Pesquisa Relações Internacionais do Atlântico Sul (GAS) e membro do corpo editorial das revistas Estudos Internacionais e Conjuntura Internacional do Departamento de Relações Internacionais da PUC Minas. 

Referências

BIGATÃO, Juliana de Paula. Do fracasso à reforma das operações de paz das Nações Unidas(2000-2010)- tese de doutorado em Relações Internacionais UNESPUNICAMPPUC-SP: São Paulo, 2015.

CHANDLER,David The Uncritical Critique of ‘Liberal Peace’i Review of International Studies, Vol. 36, pp.137-155.2010.

FAGANELLO, Priscila Liane Fett. Operações de manutenção da paz da ONU : de que forma os direitos humanos revolucionaram a principal ferramenta internacional da paz . Brasília : FUNAG, 2013.

GAMA, Carlos Frederico P.S. Após a guerra, estabilidade? Mudanças nas operações de paz da ONU (1992-2000). Paco editorial 2016.

GILL, Stephen. Power and Resistence in the New World Order. New York, Palgrave Macmillan. 2002, 2008.

GILL, Stephen. The constitution of global capitalism. Los Angeles,The International Studies Association Annual Convention,2000.

HARVEY, David. O Neoliberalismo: História e Implicações. São Paulo, Edições Loyola, 2008.

HUMAN RIGHTS WATCH Angola Explicada. https://www.hrw.org/legacy/portuguese/reports/angopor/entirebook-12.htm. Último acesso em: 29102017

MAIA, Tatiana A intervenção das Organizações das Nações Unidas em Angola (1988-1999). Dissertação (Mestrado) Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Mestrado em Relações Internacionais- Instituto de Filosofia e Ciências Humanas. Porto Alegre: 2006.

MELO, Raquel B.C.L. Construindo as operações de paz multidimensionais das Nações Unidas. Tensões Mundiais, Fortaleza, v. 2, n. 1, jan./jul. 2006. (p. 408 -433).

ORGANIZAÇÕES DAS NAÇÕES UNIDAS.Peacebulding Comission. http://www.un.org/en/peacebuilding/. Último acesso em: 29102017

ORGANIZAÇÕES DAS NAÇÕES UNIDAS.MONUA – Angola. http://www.un.org/en/peacekeeping/missions/past/monua/monua.htm. Último acesso em: 29102017.

OLIVEIRA, Leandro. Neoliberalismo: Notas sobre Geopolítica e Ideologia – Uma breve análise sobre a obra “O Neoliberalismo: História e Implicações”, de David Harvey. Rio de Janeiro, Revista Tamoios. Ano V. Nº 2, 2009.

PARIS,Roland At War’s End Building Peace After Civil Conflict Cambridge University, 2004.

PERSICI, Rossana Sarmento Guerra e paz em Angola: um estudo sobre o papel da ONU e das grandes potências. Dissertação (Mestrado) – Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais. Programa de Pós-Graduação em Relações Internacionais. Belo Horizonte, 2010.

SILVA, Francine Rossone. A paz liberal nas operações de peacebuilding: o “local” e os limites da crítica. Dissertação (mestrado) – Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, Instituto de Relações Internacionais – 2012.

SOARES, Ricardo Iliberal Peacebulding in Angola J. of Modern African Studies, 49, 2 pp. 287–314. Cambridge University Press, 2011.

Publicado
29-05-2019
Como Citar
Fortes, A. R. (2019). As operações de paz da ONU como um mecanismo de neoliberalismo disciplinar: O caso de Angola (1989-2002). Conjuntura Internacional, 15(3), 28. https://doi.org/10.5752/P.1809-6182.2018v15n3p28
Seção
Dossiê "70 anos das operações de paz das Nações Unidas: balanços e perspectivas"