Tendências e desafios da Política Externa de Bolsonaro: o resgate do choque das civilizações, a questão do declínio da ordem liberal e as rupturas internas

Palavras-chave: Bolsonaro, Política Externa Brasileira, conservadorismo, choque das civilizações, ordem liberal.

Resumo

As primeiras medidas do Governo Bolsonaro no âmbito externo, como a viagem à Israel e aos EUA, bem como as mudanças no Itamaraty, levaram a uma discussão entre acadêmicos e policymakers a respeito da ideologia e da estratégia que comanda a visão de mundo dos atuais formuladores da política exterior brasileira. Portanto, aqui se apresenta uma análise de conjuntura com base na interpretação do contexto internacional (estrutura), a partir da perspectiva do choque das civilizações, somado à recente discussão a respeito do suposto declínio da ordem internacional liberal, como elementos que explicam a interpretação feita pelos conservadores brasileiros sobre a forma de ação externa mais adequada ao país. Em seguida, são analisadas as primeiras ações do governo Bolsonaro a partir destas perspectivas, demonstrando que representam uma quebra no pragmatismo e racionalidade-burocrática típicos da política externa brasileira e, consequentemente, um desafio no sentido de conferir coerência aos receptores internacionais e internos de tal política nos próximos anos.

Biografia do Autor

Klei P. Medeiros, PPG San Tiago Dantas (Unesp-Unicamp-PUCSP) e PUC-Minas
Professor de Relações Internacionais na Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUC-Minas) e doutorando no Programa de Pós-Graduação San Tiago Dantas (Unesp-Unicamp-PUC-SP).
Vinícius Hyppolito Vilas Boas, PUC-Minas
Graduando na Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUC-Minas) e membro do Grupo de Pesquisa sobre Potências Médias (GPPM/Puc-Minas).
Enrico Marsons Andrade, PUC-Minas
Graduando na Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUC-Minas) e membro do Grupo de Pesquisa sobre Potências Médias (GPPM/Puc-Minas).

Referências

ACHARYA, Amritav; BUZAN, Barry. Non-Western International Relations Theory: perspectives on and beyond Asia. Londres e Nova Iorque: Routledge, 2009.

ALLISON, Graham T. Conceptual Models and the Cuban Missile Crisis. The American Political Science Review, v. 63, n. 3, 1969.

BOLSONARO, Jair. Leia a integra do discurso de Bolsonaro na cerimônia de posse no Congresso. Folha de S. Paulo, São Paulo, 1 jan. 2019. Disponível em: https://www1.folha.uol.com.br/poder/2019/01/leia-a-integra-do-discurso-de-bolsonaro-na-cerimonia-de-posse-no-congresso.shtml. Acesso em 16 abr. 2019.

BULLA, Beatriz. Encontros prévios a reunião de aniversário da OTAN não têm menções ao Brasil. Estadão, Washington, 3 abr. 2019. Disponível em: https://internacional.estadao.com.br/noticias/geral,encontros-previos-a-reuniao-de-aniversario-da-otan-nao-tem-mencoes-ao-brasil,70002777356. Acesso em: 11 jun. 2019.

CARNEIRO, Júlia Dias. Governo Bolsonaro: A aproximação entre presidente brasileiro e Israel pode afetar o mercado bilionário de carne halal no Brasil? BBC News Brasil, Rio de Janeiro, 30 mar. 2019. Disponível em: https://www.bbc.com/portuguese/brasil-47748317. Acesso em: 03 maio 2019.

CASTELLS, Manuel. Ruptura: a crise da democracia liberal. Rio de Janeiro: Zahar, 2018.

DUCHIADE, André. Frente Evangélica apoia Israel pela por crença no Apocalipse e na volta de Cristo. O Globo. Disponível em: https://oglobo.globo.com/mundo/frente-evangelica-apoia-israel-por-crenca-no-apocalipse-na-volta-de-cristo-23348539. Acesso em 17 abr. 2019.

EM VIAGEM à Europa, Araújo reforça relações com a extrema direita. Exame, 9 maio 2019. Disponível em: https://exame.abril.com.br/brasil/em-viagem-a-europa-araujo-reforca-relacoes-com-a-extrema-direita/. Acesso em: 11 jun. 2019.

FIGUEIRA, Ariane Roder. Introdução à análise de política externa. São Paulo: Saraiva, 2011.

FUKUYAMA, Francis. The End of History and the Last Man. Nova York: Simon & Schuster, 1992.

HUNTINGTON, Samuel P. The Clash of Civilizations and the Remaking of World Order. Nova York: Simon & Schuster, 1996.

IKENBERRY, John. The end of liberal international order? International Affairs, v. 94, n.1, 2018.

KUPCHAN, Charles. No one’s world: the West, the rising rest and the coming global turn. Nova Iorque e Oxford: Oxford University Press, 2012.

MARS, A. GORTÁZAR, N. G. Bolsonaro ganha de Trump apoio para OCDE, aceno à OTAN e um banho de ideologia. El País, Washington D.C. e São Paulo, 19 mar. 2019. Disponível em: https://brasil.elpais.com/brasil/2019/03/19/politica/1553011412_470388.html. Acesso em: 11 jun. 2019.

MEARSHEIMER, John J. The rise and fall of the Liberal International Order. Chicago: University of Chicago Press, 2018.

NARINS, Thomas P. Evaluating chinese economic engagement in Africa versus Latin America. Geography Compass, v. 10, n. 7, 2016.

OLIVEIRA, Regiane. Bolsonaro e Trump em análise: concessões brasileiras, chancela e ganhos políticos. El País, São Paulo, 19 mar. 2019. Disponível em: https://brasil.elpais.com/brasil/2019/03/19/politica/1553031485_648194.html. Acesso em: 11 jun. 2019.

APÓS receber Araújo, ultranacionalista Salvini diz que Brasil e Itália estão em sintonia. Opera Mundi, Paris, 9 maio 2019. Disponível em: https://operamundi.uol.com.br/politica-e-economia/58412/apos-receber-araujo-ultranacionalista-salvini-diz-que-brasil-e-italia-estao-em-sintonia. Acesso em: 11 jun. 2019.

SCHUQUEL, Thayna. Bolsonaro dá missão a Mourão: coordenar relações com 3 países. Metrópoles. Disponível em: https://www.metropoles.com/brasil/politica-br/bolsonaro-da-missao-a-mourao-coordenar-relacao-bilateral-com-3-paises . Acesso em 13 jun.2019.

PARCERIA Brasil-Israel, que beneficiará Nordeste, está bem encaminhada, diz Bolsonaro. Reuters, São Paulo, 25 dez. 2018. Disponível em: <https://br.reuters.com/article/topNews/idBRKCN1OO0RG-OBRTP>. Acesso em 03.mai.2019.

SOARES DE LIMA, Maria Regina; ALBUQUERQUE, Mariana. O estilo Bolsonaro de governar e a política externa. Boletim OPSA – Observatório Político Sul-Americano, n. 1, jan/mar. 2019.

STUENKEL, Oliver. Fiasco da viagem a Israel é só um sinal do que virá na política externa brasileira. El País. Disponível em: https://brasil.elpais.com/brasil/2019/04/08/opinion/1554743344_870885.html. Acesso em 17 abr. 2019.

STUENKEL, Oliver. Aposta de alto risco. Revista Piauí, 21 mar. 2019. Disponível em: https://piaui.folha.uol.com.br/aposta-de-alto-risco/. Acesso em: 11 jun. 2019.

STUENKEL, Oliver. Post-Western World: how emerging powers are remaking global order. Malden: Polity Press, 2016.

TRIBUNAL SUPERIOR ELEITORAL (2018). Propostas de governo dos candidatos ao cargo de Presidente da República: Brasil acima de tudo, Deus acima de todos. Disponível em: http://divulgacandcontas.tse.jus.br/candidaturas/oficial/2018/BR/BR/2022802018/280000614517/proposta_1534284632231.pdf. Acesso em 16 abr. 2019.

XI reúne-se com vice-presidente brasileiro. Xinhua News, Pequim, 24 maio 2019. Disponível em: http://portuguese.xinhuanet.com/2019-05/25/c_138087118.htm. Acesso em: 11 jun. 2019.

Publicado
31-05-2020
Como Citar
Medeiros, K. P., Vilas Boas, V. H., & Andrade, E. M. (2020). Tendências e desafios da Política Externa de Bolsonaro: o resgate do choque das civilizações, a questão do declínio da ordem liberal e as rupturas internas. Conjuntura Internacional, 17(1), 10-18. https://doi.org/10.5752/P.1809-6182.2020v17n1p10-18