Conjuntura internacional http://periodicos.pucminas.br/index.php/conjuntura <p><strong>Conjuntura Internacional</strong>&nbsp;– Conjuntura Internacional é uma publicação quadrimestral do Departamento de Relações Internacionais, da Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais, classificada como B2 no QUALIS de sua área "Ciência Política e Relações Internacionais" (Plataforma Sucupira - CAPES-Brasil).</p> <p><strong>Missão</strong>: Conjuntura Internacional tem por missão veicular trabalhos científicos que contribuam para o entendimento das dinâmicas de conjuntura internacional e avanço da pesquisa, especialmente na área de Relações Internacionais, da formação acadêmica crítica e integral, aberta ao diálogo, à perspectiva interdisciplinar e à pluralidade de ideias.</p> <p><strong>Conjuntura Internacional</strong>&nbsp;– Conjuntura Internacional - is a quarterly journal published by the International Relations Department - of the Pontifical Catholic University of Minas Gerais, rated B2 at QUALIS/CAPES, in its area " Political Science and International Relations " (Plataforma Sucupira - CAPES-Brazil).</p> <p><strong>Mission</strong>: Conjuntura Internacional aims to convey scientific papers that contribute to the understanding of international conjuncture dynamics and advancement of research, particularly in the area of International Relations. Its main purpose is to provide a critical and integral education, open to dialogue, to interdisciplinary perspective and to the plurality of ideas.</p> <p>&nbsp;</p> pt-BR <p><span>Autores que publicam nesta revista concordam com os seguintes termos:</span></p><p>1. <span>Autores mantém os direitos autorais e concedem à revista o direito de primeira publicação, com o trabalho simultaneamente licenciado sob a </span><a href="https://creativecommons.org/licenses/by/3.0/" target="_new">Licença Creative Commons Attribution</a><span> que permite o compartilhamento do trabalho com reconhecimento da autoria e publicação inicial nesta revista.</span></p><p>2.Autores têm autorização para assumir contratos adicionais separadamente, para distribuição não-exclusiva da versão do trabalho publicada nesta revista (ex.: publicar em repositório institucional ou como capítulo de livro), com reconhecimento de autoria e publicação inicial nesta revista.</p><p>3.Autores têm permissão e são estimulados a publicar e distribuir seu trabalho online (ex.: em repositórios institucionais ou na sua página pessoal) a qualquer ponto antes ou durante o processo editorial, já que isso pode gerar alterações produtivas, bem como aumentar o impacto e a citação do trabalho publicado (Veja <a href="http://opcit.eprints.org/oacitation-biblio.html" target="_new">O Efeito do Acesso Livre</a>).</p><p> </p><p><img src="https://licensebuttons.net/l/by/3.0/88x31.png" alt="" width="88" height="31" /></p><p> </p> lcsramos@pucminas.br (Leonardo Ramos) conjunturainternacionalpucmg@gmail.com (Equipe Conjuntura Internacional) sáb, 11 dez 2021 05:45:07 +0000 OJS 3.1.2.1 http://blogs.law.harvard.edu/tech/rss 60 Edição Completa http://periodicos.pucminas.br/index.php/conjuntura/article/view/27724 <p>Conjuntura Internacional</p> Conjuntura Internacional Copyright (c) 2021 Conjuntura internacional http://periodicos.pucminas.br/index.php/conjuntura/article/view/27724 sex, 10 dez 2021 15:24:00 +0000 Sumário http://periodicos.pucminas.br/index.php/conjuntura/article/view/27723 <p>Sumário</p> Conjuntura Internacional Copyright (c) 2021 Conjuntura internacional http://periodicos.pucminas.br/index.php/conjuntura/article/view/27723 sex, 10 dez 2021 15:21:33 +0000 Has China Won? http://periodicos.pucminas.br/index.php/conjuntura/article/view/23580 <p>O livro <em>Has China Won? The Chinese Challenge to American Primacy</em>, de Kishore Mahbubani, aborda a crescente rivalidade entre China e Estados Unidos, argumentando ser, ao mesmo tempo, inevitável e contornável. Analisando erros estratégicos de ambos os lados, a obra esclarece pontos cruciais para o entendimento sobre a ascensão chinesa e a reação estadunidense. Além disso, oferece explicações sobre questões mal compreendidas pelo ocidente sobre a realidade chinesa, como o suposto expansionismo chinês e uma possível transição democrática na China.</p> Daniel de Oliveira Vasconcelos Copyright (c) 2021 Conjuntura internacional http://periodicos.pucminas.br/index.php/conjuntura/article/view/23580 sex, 10 dez 2021 15:01:03 +0000 Relações Internacionais: o estado da disciplina http://periodicos.pucminas.br/index.php/conjuntura/article/view/24427 <p class="Section"><span class="None">Ao longo de quase um século de desenvolvimento das Relações Internacionais, alunos e acadêmicos deparam-se com uma variedade de campos teóricos, métodos e temas de pesquisa. Este artigo resume a evolução histórica da disciplina, aponta os principais métodos utilizados e identifica debates contemporâneos, buscando auxiliar estudantes recém-ingressos no curso. </span></p> Felipe Leal Albuquerque Copyright (c) 2021 Conjuntura internacional http://periodicos.pucminas.br/index.php/conjuntura/article/view/24427 sex, 10 dez 2021 15:03:17 +0000 China’s quest for oil: Brazil-China relations in the oil sector (2000-2018) http://periodicos.pucminas.br/index.php/conjuntura/article/view/24203 <p>The aim of this article is to examine the increasing relations between Brazil and China in the oil and gas sector. In a political and economic approach, the objective is to understand the development of relations between the two countries amid the rise of China as a major power and as the world's main energy consumption center, by identifying the growth of Chinese influence in the energy sector through trade, investment and finance.</p> Rafael Almeida Ferreira Abrão Copyright (c) 2021 Conjuntura internacional http://periodicos.pucminas.br/index.php/conjuntura/article/view/24203 sex, 10 dez 2021 15:10:33 +0000 Inserção da celulose brasileira e de seus principais concorrentes no mercado internacional http://periodicos.pucminas.br/index.php/conjuntura/article/view/25033 <p>O presente artigo teve como objetivo classificar a inserção do segmento brasileiro de celulose no comércio internacional, entre 1970 e 2019, e de seus principais concorrentes mundiais: Estados Unidos, China e Canadá. Verificou-se que o Brasil foi o único país que apresentou alta eficiência em todas as décadas analisadas.</p> Mateus Monteiro Piedade Lyrio, Naisy Silva Soares, Lyvia Julienne Sousa Rego Copyright (c) 2021 Conjuntura internacional http://periodicos.pucminas.br/index.php/conjuntura/article/view/25033 sex, 10 dez 2021 15:12:35 +0000 W20 em Riade: empoderamento econômico de mulheres na cúpula de 2020 http://periodicos.pucminas.br/index.php/conjuntura/article/view/25486 <p>A análise de conjuntura aborda a atuação do grupo de trabalho W20, dedicado à promoção da igualdade de gênero, durante a cúpula de Riade. A agenda de empoderamento econômico foi estudada a partir das recomendações elaboradas durante a pandemia da COVID-19, e dos avanços e retrocessos no âmbito do G20.</p> Bárbara Lopes Campos Copyright (c) 2021 Conjuntura internacional http://periodicos.pucminas.br/index.php/conjuntura/article/view/25486 sex, 10 dez 2021 15:14:30 +0000 El BRICS reset en un mundo multipolar? http://periodicos.pucminas.br/index.php/conjuntura/article/view/27283 <p class="textnormal"><span lang="ES">El objetivo en este artículo es analizar la relevancia de los BRICS en el contexto de la 13º cumbre bajo la presidencia pró-tempore de India que se desarrolló virtualmente en setiembre de 2021. El texto evalúa las perspectivas de un posible reinicio de la formación política BRICS de cara a las expectativas de la próxima cumbre a ser realizada en China en 2022</span></p> Javier A. Vadell Copyright (c) 2021 Conjuntura internacional http://periodicos.pucminas.br/index.php/conjuntura/article/view/27283 sex, 10 dez 2021 15:16:25 +0000 A Cúpula de Lideranças Globais sobre o Clima e a criação do momentum político para a COP 26 http://periodicos.pucminas.br/index.php/conjuntura/article/view/26163 <p>A Cúpula de Lideranças Globais sobre o Clima ocorreu entre os dias 22 e 23 de abril e foi um dos primeiros eventos de alto nível organizados pelo governo Biden. Os anúncios do evento representam um prelúdio das posições dos principais agentes da governança do clima para a COP 26, que ocorrerá em novembro desse ano em Glasgow. O presente artigo analisa as principais metas apresentadas pelas lideranças e conclui que ainda que tenha havido um aumento significativo da ambição global, a cúpula não aponta para a obtenção de consenso em relação à tópicos ainda controversos nas negociações sobre a implementação do Acordo de Paris.</p> Mariana Balau Copyright (c) 2021 Conjuntura internacional http://periodicos.pucminas.br/index.php/conjuntura/article/view/26163 sex, 10 dez 2021 15:18:44 +0000