Interfiro, logo existo: como a audiência potente muda a rotina jornalística no mais antigo jornal em circulação da América Latina

  • Giovana Mesquita

Resumo

Em um momento de transformações no jornalismo entendíamos a importância da imersão na "fábrica" onde se produz a notícia – a redação –, para acompanhar, no dia a dia, as mudanças ocasionadas pelas novas formas de relacionamento entre audiência e jornalismo, pós a Web 2.0, que acabam estabelecendo modificação nas rotinas produtivas, levando os jornalistas a assumir novos papeis. Com acesso a Internet e a dispositivos moveis, a audiência informa, fotografa, filma e coloca nos Trending Topics (TTs) os assuntos que considera importantes e acaba se envolvendo ou sendo envolvida pelos veículos de referência na produção noticiosa. Os objetivos do artigo são analisar as mudanças que vêm acontecendo no jornalismo a partir desse envolvimento da audiência, que denominamos potente e refletir sobre novos perfis profissionais que surgem nas redações, a exemplo do Editor de Mídias Sociais. É parte de uma pesquisa que teve como um dos objetos um veículo de referência brasileiro, o Diario de Pernambuco, jornal mais antigo em circulação da América Latina, que fica sediado no Recife, capital do Estado de Pernambuco, no Brasil.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
26-04-2016
Seção
ARTIGOS