MEMÓRIA E TRADIÇÃO: jornais centenários em busca de sobrevivência em tempos de convergência midiática

  • Hérica Lene Brito

Resumo

Este artigo busca discutir o contexto de crise do meio de comunicação jornal impresso – considerando-o como “lugar de memória” (NORA, 1993) – a partir das estratégias de sobrevivência de seis periódicos com mais de 100 anos de circulação no país, fundados no final do séc. XIX. Esta abordagem faz parte da pesquisa Jornais centenários do Brasil: como e por que sobrevivem em tempos de convergência midiática?. A metodologia foi levantamento bibliográfico, pesquisa nos sites dos jornais e entrevistas com seus dirigentes (diretores, editores ou chefes de redação). A abordagem teórica envolve os conceitos de memória, história, tradição, jornalismo e convergência cultural e midiática.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
05-10-2018