Maternidade e mídias sociais no Brasil:

Vivências maternas compartilhadas em rede

  • Ana Luiza de Figueiredo Souza Programa de Pós-Graduação em Comunicação da Universidade Federal Fluminense (PPGCOM/UFF)

Resumo

Nas mídias sociais, diferentes mulheres têm compartilhado suas vivências maternas por meio de narrativas pessoais, criando redes de apoio, negociação e conflito. Após breve apanhado histórico, o artigo explora: quais valores são disputados por meio dessas narrativas; de que modos o uso das mídias sociais visibiliza problematizações da maternidade; e como as narrativas pessoais integram o ambiente dialógico da cultura digital. O corpus é composto por nove posts – seis em fanpages e perfis pessoais no site de rede social Facebook; três em blogs maternos –, junto a seus comentários. A metodologia apoia-se na Análise do Discurso Mediada por Computador (ADMC). As discussões online sobre a maternidade indicam potencial de propagação, gerado pelas performances discursivas das participantes.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
13-07-2022