Peso, mídia e preconceito

gordofobia na cobertura da pandemia de Covid-19

Resumo

O Jornalismo tem sido crucial ao oferecer à população brasileira informações apuradas sobre o Coronavírus em um contexto de negação da ciência por parte das autoridades públicas. Apesar disso, não está isento da reprodução de preconceitos, nem na cobertura da pandemia. Este trabalho demonstra a relação entre gordofobia e mídia, de forma geral, e cobertura jornalística de forma específica, uma vez que essa recorre aos estereótipos das pessoas gordas e seus corpos para falar sobre a Covid, o período de quarentena e a busca por uma vacina em suas pautas. Usa-se pesquisa bibliográfica, exploratória, netnográfica e análise de conteúdo, em uma proposta de monitoramento de cobertura jornalística e crítica de mídia com foco em saúde.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Agnes de Sousa Arruda, Universidade de Mogi das Cruzes

Doutora (2019) e Mestra (2010) em Comunicação pela Universidade Paulista. Possui graduação em Comunicação Social - Jornalismo pelo Centro Universitário Teresa D´Ávila (2005). Professora dos cursos de Design Gráfico, Jornalismo e Publicidade e Propaganda da UMC - Universidade de Mogi das Cruzes (atual), nos quais também atuou como coordenadora entre 2013 e 2018. Na UMC também é professora dos Cursos Superiores de Tecnologia do núcleo de Negócios, atuando ainda como conteudista e tutora em disciplinas na modalidade à distância, bem como orientadora dos Trabalhos de Conclusão de Curso da pós-graduação em Marketing (lato sensu). Desenvolve projetos de pesquisa e extensão. Tem produção técnica em assessoria de comunicação, imprensa e imagem, bem como editoração impressa e eletrônica (jornalismo multiplataforma) e em produção e planejamento editorial com ênfase nas áreas de Política, Educação, Cultura e Lazer. Atualmente pesquisa sobre corpo, mídia e imaginário midiático nos processos da gordofobia. Concluiu o doutorado com bolsa CAPES-PROSUP, bem como PDSE-CAPES, desenvolvendo estágio de doutoramento no CES - Centro de Estudos Sociais da Universidade de Coimbra, em Portugal (2018-2019).

Publicado
02-06-2021
Seção
Dossiê: Comunicação, política e saúde