TEORIAS DO ACONTECIMENTO E CRISE ORGANIZACIONAL: um diálogo produtivo

  • Luciana OLIVEIRA Professora do Programa de Pós-Graduação e do curso de Comunicação Social da UFMG.
  • Laura Luiza Tupynambá SIQUEIRA Graduanda do curso de Comunicação Social da UFMG - habilitação em Relações Públicas; bolsista voluntária do Programa Iniciação Científica do Grupo de Estudos em Imagem e Socialibilidade (PIC-GRIS).
Palavras-chave: Acontecimento. Comunicação organizacional. Crise.

Resumo

As teorias do acontecimento têm sido muito utilizadas nos estudos da comunicação, notadamente para análise do jornalismo, das celebridades, dos grandes eventos, das catástrofes. A aplicação aos estudos da comunicação organizacional é restrita, para não dizer nula. Acreditando que o entendimento das crises organizacionais pode ganhar um novo impulso com tal abordagem teórico-metodológica, buscamos apresentar e explorar os fundamentos acerca dessa articulação, bem como os entrecruzamentos entre discursos oficiais e outros discursos presentes nas interações públicos-organizações e a propriedade da visada acontecimental para explicar fenômenos organizacionais, posto que, na situação de crise, são as organizações elas próprias acontecimentos ou  catalisadoras da discussão de problemas públicos.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
10-06-2014
Seção
Tendências do jornalismo em países de língua portuguesa