A FUNÇÃO DA INTELIGÊNCIA COMPETITIVA NA REDUÇÃO DO EFEITO CHICOTE NA CADEIA DE SUPRIMENTOS DE FRUTAS ORGÂNICAS

  • Paolo Edoardo Coti-Zelati Faculdades de Campinas (FACAMP) http://orcid.org/0000-0002-4572-8308
  • Ketter Valéria Zuchi Caliari Universidade Presbiteriana Mackenzie
  • Gilberto Perez Universidade Presbiteriana Mackenzie
Palavras-chave: Inteligência competitiva. Efeito chicote. Cadeia de Suprimentos. Frutas orgânicas

Resumo

O mercado para os produtos orgânicos no Brasil está em formação e ainda é um setor muito instável em função do abastecimento irregular. Levando-se em conta este cenário, o objetivo, com este estudo buscou-se verificar de que forma a Inteligência Competitiva (IC) é usada para a redução do efeito chicote na cadeia de suprimentos de frutas orgânicas. Para tanto, desenvolveu-se uma pesquisa descritiva de natureza qualitativa com quatro executivos de empresas que atuam diretamente com a produção, distribuição e venda de produtos agroalimentares de origem orgânica. Os dados, obtidos por meio da percepção dos entrevistados, foram analisados para que se identificassem padrões recorrentes ou pontos comuns nos mesmos. Os resultados deste trabalho sugerem que a IC como ferramenta organizacional pode ser utilizada para avaliar o comportamento e o controle do efeito chicote na cadeia de suprimentos de frutas orgânicas, a partir das informações e o conhecimento compartilhado pelas empresas parceiras.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Paolo Edoardo Coti-Zelati, Faculdades de Campinas (FACAMP)
Mestrado e Doutorado (em andamento) em Administração de Empresas (Mackenzie)
Ketter Valéria Zuchi Caliari, Universidade Presbiteriana Mackenzie
Mestrado em Economia Empresarial (UCAM) e Doutorado (em andamento) em Administração de Empresas (Mackenzie)
Gilberto Perez, Universidade Presbiteriana Mackenzie
Mestrado e Doutorado em Administração (USP)
Publicado
14-08-2018
Seção
Artigos