Materialismo: a influência dos valores culturais e das variáveis demográficas

Palavras-chave: Materialismo, Valores culturais, Variáveis demográficas, Marketing

Resumo

Existe uma falta de consenso sobre os motivadores do comportamento materialista. Enquanto alguns estudos mostram que este comportamento pode gerar relações de menor qualidade e menores índices de bem-estar pessoal e físico, outros apontam que pode auxiliar na construção da identidade das pessoas. Com o objetivo de analisar a influência dos valores culturais e das variáveis demográficas no comportamento materialista, foi realizada uma pesquisa descritiva com 300 consumidores brasileiros. Os resultados evidenciaram a Autopromoção apresentou uma relação positiva na dimensão felicidade e sucesso do materialismo. A Abertura à Mudança evidenciou uma relação negativa com a dimensão felicidade e positiva com a dimensão sucesso. A Autotranscendência mostrou uma relação positiva com a dimensão felicidade e negativa com a dimensão sucesso. A Conservação apresentou uma relação positiva com ambas as dimensões. Por fim, a idade e a renda apresentaram influência apenas sobre a dimensão felicidade do materialismo.

Biografia do Autor

Adilson Mueller
Mestre em Administração e Negócios com ênfase em Marketing pelo Programa de Pós-Graduação em Administração da Escola de Negócios da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (2019). Especialista em Gestão e Inteligência Competitiva pela Faculdade de Administração, Contabilidade e Economia - PUCRS (2011). Graduação em Filosofia (2007) e em Administração de Empresas (2017) pela PUCRS. 
Flávia Ramos Schilling

Graduada em Administração de Empresas pela Escola de Negócios da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul.

Cláudio Damacena
Pós-doutorado em Marketing na University Western of Australia. Doutorado em Ciências Econômicas e Empresariais na Universidade de Córdoba (Espanha). Professor de Marketing e de Métodos Quantitativos Aplicados à Administração em nível de graduação, mestrado e doutorado, desde 1991.
Publicado
30-10-2019
Seção
Artigos