ESPECIALIZAÇÃO PRODUTIVA E DEPENDÊNCIA TECNOLÓGICA: UMA ANÁLISE SOBRE O CASO BRASILEIRO

  • Monique Silva Costa Universidade Federal da Bahia
Palavras-chave: Industrialização tardia, especialização produtiva do Brasil, dependência tecnológica.

Resumo

A formação econômica do Brasil, como país de origem periférica do sistema-mundo capitalista, corroborou para um processo de industrialização tardia do qual decorreu seu caráter deficiente quanto à produção interna de tecnologia. Esse cenário, dentre outros fatores, gerou o quadro de dependência tecnológica que veio a implicar na constituição de uma especialização produtiva voltada principalmente para bens básicos e semimanufaturados. Assim, o presente estudo tem como objetivo geral buscar uma melhor compreensão no que se refere à relação entre a especialização produtiva do Brasil e a dependência tecnológica por ela substanciada. Para tal fim foi feita uma análise contextual histórica com base em informações obtidas por fontes bibliográficas e documentais. Dessa forma, a pesquisa concluiu que os gargalos estruturais do Brasil na produção de tecnologia evidenciam a necessidade de um esforço conjunto da indústria e do Estado em prol do desenvolvimento do panorama de CT&I do País, com o intuito de reduzir a dependência tecnológica desta economia, que acaba por afetar sua competitividade e o desempenho das contas externas brasileiras.

 

Publicado
20-12-2019
Seção
Artigos