Dimensionamento de enfermagem: avaliando o quadro de profissionais das unidades de cuidados cardiológicos e neurológicos de um hospital filantrópico de minas gerais de acordo com nível de complexidade assistencial dos pacientes

Natália Soares Melo, Valéria Alvarenga Medeiros, Jamille Monteiro Procópio, Christiani Rodrigues Schwartz, Amanda Santos Dittz

Resumo


Trata-se de um estudo exploratório-descritivo que teve como objetivo avaliar o quadro de profissionais das Unidades de Cuidados Cardiológicos e Neurológicos de um Hospital Filantrópico de Minas Gerais de acordo com o nível de complexidade de cuidado requerido como subsídio para dimensionar a equipe de Enfermagem, assim como desenvolver ação para organização do serviço. Foi realizada projeção do quantitativo médio diário de pessoal de enfermagem de acordo com os parâmetros preconizados pela Resolução COFEN n° 527/16, utilizando o total de horas de enfermagem (THE) conforme complexidade de pacientes e constante de marinho (KM), que considera em sua equação a carga horária semanal (CHS) e o índice de segurança técnica (IST). Os resultados apontam para um dimensionamento de pessoal de enfermagem que não considera a classificação assistencial dos pacientes e a sobrecarga dos profissionais. Torna-se necessário maiores discussões sobre tal tema e mais pesquisas capazes de comprovar a efetividade da ferramenta de dimensionamento na qualidade de assistência, segurança do cuidado e redução de custos.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.