PROCESSO DE ENFERMAGEM

OBSTÁCULOS APONTADOS POR ENFERMEIROS EM UNIDADES BÁSICAS DE SAÚDE DE BELO HORIZONTE

  • Danielle Beatriz de Paula Pires Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais
  • Dalton Jorge Teixeira Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais
Palavras-chave: Processos de Enfermagem, Atenção Primária à Saúde, Planejamento de Assistência ao Paciente

Resumo

O processo de enfermagem, quando aplicado corretamente, tem enfoque holístico e assegura que as intervenções sejam elaboradas para o indivíduo e não apenas para a doença. O objetivo dessa pesquisa foi identificar os obstáculos apontados por enfermeiros para a implementação do processo de enfermagem em Unidades Básicas de Saúde de Belo Horizonte. Trata-se de um estudo descritivo com abordagem quantitativa, no qual foram entrevistados 22 enfermeiros que trabalham nas Unidades Básicas de Saúde do Distrito Sanitário Pampulha, em Belo Horizonte, Minas Gerais. Quando questionadas sobre os obstáculos para a utilização do processo de enfermagem na prática cotidiana, 41% das enfermeiras entrevistadas apontaram a sobrecarga de trabalho como principal motivo. Sobre as possíveis soluções, 27% apontaram a capacitação ou treinamento sobre processo de enfermagem como principal solução. Espera-se que este estudo favoreça a reflexão dos enfermeiros e das instituições de saúde, sobre o modelo de cuidar em enfermagem, procurando alternativas para garantir recursos físicos, humanos e materiais adequados, assim como conhecimento teórico e prático suficientes para oferecer aos usuários uma assistência digna e baseada na missão da Atenção Primária à Saúde.

Publicado
26-06-2020
Seção
ARTIGOS/ARTICLES