DOR EM RECÉM-NASCIDOS PREMATUROS

CUIDADOS DE ENFERMAGEM PARA A DETECÇÃO E ALÍVIO

  • Giovanna Pereira Rauseo Universidade Paulista campus de Assis-SP
  • Maria Fernanda Pereira Gomes Universidade Paulista http://orcid.org/0000-0003-0577-2264
  • Emiliana Cristina Melo Universidade Estadual do Norte do Paraná (UENP)
Palavras-chave: dor, unidade de terapia intensiva neonatal, enfermagem neonatal

Resumo

RESUMO

Objetivo: Verificar quais são os cuidados de enfermagem realizados na Unidade de Terapia Intensiva Neonatal para detecção e alívio da dor em recém-nascidos prematuros. Metodologia: Trata-se de pesquisa de revisão integrativa. A base de dados utilizada para a pesquisa foi a Biblioteca Virtual de Saúde (BVS) e PubMed utilizando os Descritores em Ciência da Saúde (DECs): “dor”, “unidade de terapia intensiva neonatal” e “enfermagem neonatal”, resultando em 560 publicações compreendidas entre 2012 a 2019 onde foram selecionadas 18 publicações para compor a síntese teórica. Resultados: A análise das fontes literárias permitiu agrupar as ideias em duas categorias temáticas, sendo elas: “Medidas para o alívio da dor mais utilizadas pelos profissionais de enfermagem”, “Despreparo do profissional de enfermagem na avaliação e tratamento da dor”. Conclusão: O enfermeiro é indispensável no cuidado ao recém-nascido, em especial àqueles em Unidades de Terapia Intensiva Neonatal. Para que o cuidado de Enfermagem seja exercido com eficiência e resolutividade, é necessário capacitação e aperfeiçoamento constante para avaliação e tomada de decisão, de modo a proporcionar segurança e conforto aos recém nascidos. Vale ressaltar que a Instituições de Saúde devem se comprometer com a qualificação destes profissionais, promovendo capacitação continuada e permanente e possibilitando aos enfermeiros que busquem capacitação atualizada, além de oferecer subsídios e instrumentos para a execução de suas práticas, como materiais, equipamentos e protocolos de avaliação e alívio da dor.

Palavras-chaves: Dor, Unidade de Terapia Intensiva Neonatal, Enfermagem Neonatal

 

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
12-07-2022
Seção
ARTIGOS/ARTICLES