O PROTAGONISMO NA REDE DE ATENÇÃO À SAÚDE

EXPERIENCIANDO O CUIDADO EM NEUROPATIA CRÔNICO-DEGENERATIVA

  • Thauana Ferreira Alves Universidade Federal de Santa Maria
  • Cassiele Hendges Bravosi Universidade Federal de Santa Maria
  • Leonardo Bigolin Jantsch Universidade Federal de Santa Maria
Palavras-chave: Enfermagem, Processo de enfermagem, Doenças neuromusculares, Doença de Machado-Joseph, Diagnostico de enfermagem

Resumo

 Discutir a experiência vivenciada por acadêmicos de enfermagem na perspectiva da (in)visibilidade do enfermeiro e seu protagonismo na rede de cuidado de uma paciente com doença crônica incapacitante. Trata-se de um relato de experiência realizado por graduandos de enfermagem no cuidado a paciente com Doença de Machado Josef, baseado na Sistematização da Assistência de Enfermagem. Destaca-se que a progressão da doença, associado a evolução clínica progressiva, pode ser agravada pela ausência de serviço de saúde de referência- serviço de neurologia- e a assistência voltada para agudização da condição crônica. A neuropatia crônico degenerativa interfere na construção e fortalecimento de vínculo com as redes de apoio, decorrente da falta de autonomia e independência. Nesses casos, nota-se a importância da atenção primaria a saúde como agente organizador da rede de apoio para proporcionar ações curativista, promocionais, reabilitadores e paliativas aos pacientes com demandas crônico degenerativas que interfiram diretamente no aumento da qualidade de vida.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
01-12-2021
Seção
ARTIGOS/ARTICLES