Aspectos para compreender o peculiar sistema monetário cubano

Aspects to understand the peculiar cuban monetary system

  • Marcelo Pereira Fernandes Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro
  • Rubia Wegner UFRRJ
  • Pamela Martins UFRRJ
Palavras-chave: Cuba, crise, dolarização, peso conversível, dualidade

Resumo

O sistema monetário cubano apresenta atualmente duas moedas nacionais, o peso (CUP) e o peso conversível (CUC), emitidas pelo banco central, e que circulam legalmente no país. Este trabalho procura analisar os principais aspectos desse processo, considerado único e que foi originado pela mais grave crise econômica da história de Cuba. Para isso, foi necessário um resgate da conjuntura que levou o governo a desenvolver esse sistema, apontando suas características e seu funcionamento. Apesar do sucesso em estabilizar a economia, a circulação de duas moedas oficiais geraram distorções sociais graves relacionadas ao consumo de mercadorias, entre aqueles com acesso e sem acesso ao peso conversível. Entendemos que a singularidade do sistema monetário cubano já teria cumprido sua função histórica. A questão está em realizar a unificação monetária sem recriar os problemas enfrentados pelo país nos anos 1990, algo essencial para que o país possa tirar o melhor proveito de uma possível normalização das relações econômicas com os Estados Unidos.

Biografia do Autor

Marcelo Pereira Fernandes, Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro
Professor do departamento de economia da UFRRJ
Rubia Wegner, UFRRJ
Professora do departamento de economia da UFRRJ
Publicado
19-12-2018
Como Citar
Fernandes, M. P., Wegner, R., & Martins, P. (2018). Aspectos para compreender o peculiar sistema monetário cubano. Estudos Internacionais: Revista De relações Internacionais Da PUC Minas, 6(3), 118-133. https://doi.org/10.5752/P.2317-773X.2018v6n3p118