[1]
M. A. Barros, “O estado pós-positivista: uma análise a partir das perspectivas construtivista e pós-estruturalista das Relações Internacionais”, Estudos Internacionais, vol. 5, nº 1, p. 5-24, ago. 2017.