Cooperação e Interdependência: o Haiti no Regime Internacional de Mudanças Climáticas (RIMC)

Guilherme Messias Junglaus, Victor de Matos Nascimento

Resumo


O presente artigo tem o objetivo de entender como os acordos que fundamentam o Regime Internacional de Mudanças Climáticas (RIMC) podem beneficiar o Haiti, tendo em vista a cooperação internacional. A metodologia aplicada diz respeito à apresentação teórica da Interdependência Complexa, dos regimes internacionais e de questões relacionadas a eles e das Comunidades Epistêmicas, somada ao estudo do caso do Haiti inserido no RIMC. O principal resultado da pesquisa feita foi o de que na medida em que os acordos do RIMC têm sido feitos, eles têm produzido mudanças na agenda de mudanças climáticas, o que pode vir a favorecer o Haiti. 


Palavras-chave


Cooperação; Regime Internacional de Mudanças Climáticas; Haiti; Interdependência Complexa.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Indexadores:

  

 

ISSN: 1679-5377