A estigmatização do Qatar: a construção de um Estado-pária no Golfo Árabe

Sara Domingos Rodrigues

Resumo


Este artigo procura entender a atual crise política no Golfo Árabe, que consiste na estigmatização do Qatar, a qual é operacionalizada por Arábia Saudita e Emirados Árabes Unidos. Seus objetivos são compreender por que e como Doha é estigmatizada e, por fim, identificar a resposta qatari a esse processo. Para isso, emprega-se método qualitativo, cujas fontes são a mídia de países ocidentais e orientais, além de trabalhos científicos sobre a política regional do Golfo. Essas informações são analisadas a partir dos conceitos de estigma, estigmatização e resposta do estigmatizado.

Conclui-se que a crise analisada é resultado das escolhas qataris de quais grupos islâmicos recebem seu apoio, somadas a política externa do Qatar que o posiciona fora da influência saudita. Ademais, identifica-se que o governo qatari tem rejeitado sua estigmatização e demonstrado resistência diante da pressão de seus vizinhos.


Palavras-chave


Qatar, Arábia Saudita, Emirados Árabes Unidos, estigmatização.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Indexadores:

  

 

ISSN: 1679-5377