O compartilhamento de ideias no processo de independência do México e da Guatemala e seus efeitos na autonomia dos povos indígenas

The sharing of ideas in the independence process of Mexico and Guatemala and their effects on the autonomy of indigenous peoples

  • Jardel Almeida PUC Minas

Resumo

O México e a Guatemala eram compostos por grandes massas indígenas, e os diferentes estamentos da sociedade colonial reagiram de forma diferente ao domínio espanhol.  Houve a insurreição de grupos revolucionários compostos majoritariamente por povos indígenas, estes, no entanto, não foram bem-sucedidos e contribuíram para o aumento do distanciamento desses povos para com a elite colonial. O grande fluxo de ideias e valores entre a Nova Espanha (México) e o Reino da Guatemala (Guatemala) acabaram por desenvolver um imaginário negativo sobre os índios, estas ideias refletiram no plano de governo e nas constituições que surgiram nos Estados, sendo que ambos conquistaram a independência quase simultaneamente e ainda hoje enfrentam problemas quanto a integração destes povos na vida nacional.

Publicado
30-12-2020
Como Citar
Almeida, J. (2020). O compartilhamento de ideias no processo de independência do México e da Guatemala e seus efeitos na autonomia dos povos indígenas. Fronteira: Revista De iniciação científica Em Relações Internacionais, 19(38), 225-256. Recuperado de http://periodicos.pucminas.br/index.php/fronteira/article/view/21557