'Colombianização" do México? Economia política da droga e cooperação securitária interestatal

Pedro Santos Borba

Resumo


O presente trabalho tem como objeto de estudo o narcotráfico no continente americano, a partir de sua interface com a segurança internacional e com a cooperação interestatal. Nosso objetivo é compreender a atual "guerra às drogas" no México a partir da experiência histórica recente da região, em especial da Colômbia nos anos 1990, dialogando os estímulos econômicos do negócio com a lógica político-estratégica da repressão antidrogas. Para tal, empregam-se revisão da bibliografia do tema, análise de fontes primárias (oficiais e jornalísticas) e recursos estatísticos básicos. Apontam-se, como conclusão, diferenças conjunturais e estruturais entre as duas experiências, revelando-se a inadequação da ideia de "colombianização" para se compreender a atual crise mexicana.

Palavras-chave


Narcotráfico; Relações interamericanas; Cooperação securitária; Colombianização

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Indexadores:

  

 

ISSN: 1679-5377