A agenda de segurança do governo Lula e a participação brasileira na Minustah

Fernando Cavalcante

Resumo


O objetivo deste artigo é analisar a agenda de segurança internacional do governo Lula a partir do estudo de caso da Minustah. Busca-se não apenas justificar o envolvimento brasileiro na mesma mas também definir as linhas gerais da política externa do país em questões de segurança durante o governo. As três seções do texto tratam da atual crise haitiana, das missões de paz das Nações Unidas e da política externa brasileira. As considerações finais retomam toda a discussão e concluem este texto.

Palavras-chave


Política externa brasileira; Operações de paz; Haiti; Minustah.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Indexadores:

  

 

ISSN: 1679-5377